MENU

27/04/2021 às 00h00min - Atualizada em 27/04/2021 às 00h00min

Referência Nacional, Clínica-Escola Mundo Autista em Araguaína garante atendimento especializado a crianças e jovens durante a pandemia

Quase 10 mil atendimentos já foram realizados este ano, com a previsão de retomada gradativa de todos os serviços

Ascom - PMA/Felipe Maranhão
“Um dos pontos cruciais para o desenvolvimento de uma pessoa com espectro autista é que não haja a interrupção do seu acompanhamento médico e pedagógico” - Foto: Ascom-PMA/Marcos Sandes
Desde o início do ano, a Clínica-Escola Mundo Autista de Araguaína já realizou quase 10 mil atendimentos especializados para pacientes com autismo. Por conta do período de pandemia, a unidade que é referência em todo o Brasil, tem adotado medidas de segurança especiais para garantir o atendimento, com o retorno gradativo das atividades presenciais.

Sendo a terceira clínica-escola do Brasil especializada em atendimento de pacientes com o espectro autista, a unidade atende atualmente 371 pacientes entre crianças, adolescentes e jovens com idade de 2 a 21 anos. Para evitar o risco de contágio pela covid-19, o Município implementou o uso obrigatório de máscaras para pacientes e funcionários da clínica, utilização de álcool em gel para a higienização das mãos e desinfecção diária das salas de atendimento.

Os serviços também estão sendo oferecidos por meio de agendamento para evitar a aglomeração de pessoas no local. Entre os atendimentos oferecidos estão as consultas com neuropediatra, psiquiatria; fonoaudiologia, fisioterapia e odontologia. Todo o acompanhamento é feito de graça por meio da Secretaria Municipal da Saúde, da Educação e Assistência Social.

“Um dos pontos cruciais para o desenvolvimento de uma pessoa com espectro autista é que não haja a interrupção do seu acompanhamento médico e pedagógico. Estamos realizando todo o esforço necessário para que as terapias possam ser ofertadas com segurança e que essas crianças e jovens tenham garantida a melhora na qualidade de vida e o desenvolvimento de suas habilidades para o resgate da autoestima”, disse o diretor da clínica escola, Jocirley Oliveira.

Orientações on-line aos pais
Os profissionais que atuam na unidade também têm realizado transmissões ao vivo pela internet para tirar dúvidas dos pais e orientar durante o período de pandemia. Para a dona de casa Lívia Diniz, que tem dois filhos autistas que fazem acompanhamento na unidade, a manutenção dos atendimentos tem sido de extrema importância.

“Antes do surgimento da Clínica Mundo Autista eu não tinha uma direção, meus filhos estão se desenvolvendo, ganhando independência e a manutenção do atendimento neste momento tem sido crucial. A criança com autismo precisa de uma rotina e os profissionais que trabalham aqui são extremamente dedicados, viraram uma família para mim”, contou Lívia.

Retomada gradativa
Por conta do aumento no número de casos de covid-19 e a ocupação dos leitos de UTI em Araguaína, os serviços relacionados à educação ficaram temporariamente suspensos. A expectativa é que os atendimentos de avaliação diagnóstica multiprofissional; psicopedagogia clínica, neuro psicopedagogia; pedagogia; musicoterapia; arteterapia; estimulação precoce e educação física sejam retomados de forma gradativa nas próximas semanas, obedecendo as regras do novo decreto municipal.

Além do atendimento ser realizado de forma individualizada, sem a aglomeração de pacientes nas salas, todos os funcionários da clínica, incluindo os professores que estão lotados na unidade, já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19.

Referência nacional
A Clínica-Escola Mundo Autista é uma instituição de saúde, educação e de assistência social pública e sem fins lucrativos e foi criada em 2016 para diagnosticar e atender pacientes diagnosticados com TEA (Transtorno do Espectro Autista). Em 2019, a clínica recebeu o Prêmio Nise da Silveira, entregue pela Câmara dos Deputados após uma votação em que concorreram outras 50 unidades do país e premiou o trabalho de excelência realizado pela instituição.

Todo o serviço é mantido com recursos da Prefeitura de Araguaína, por meio das secretarias da Saúde, Educação e Assistência Social. Além de garantir o atendimento apresentando um encaminhamento médico, a família do paciente também pode preparar um relatório que aponte traços e características sugestivas para o autismo.

“Toda pessoa com sugestão para autismo, ao buscar atendimento na clínica-escola passa por uma equipe especializada que aplica os testes de escala necessários e encaminha o paciente para um atendimento multiprofissional, que avalia as necessidades terapêuticas, incluindo a quantidade de sessões por semana, por exemplo”, explicou o diretor da clínica.

Para entrar em contato com a Clínica-Escola Mundo Autista e agendar atendimento, basta ligar nos telefones 63 3413 2586 e 63 3415 2724.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...