MENU

27/04/2021 às 21h00min - Atualizada em 27/04/2021 às 21h00min

Vereadores de Imperatriz aprovam Projeto de Lei que inclui bancários no grupo prioritário para vacinação

Sidney Rodrigues
ASSIMP
Bancários foram incluídos na vacinação prioritária contra a covid-19, através de Projeto de Lei que altera o plano municipal de vacinação - Foto: Divulgação
Foi apresentada na Câmara Municipal de Imperatriz (CMI), nesta terça, 27 de abril, o Projeto de Lei 07/2021 que solicita a inclusão da categoria dos bancários e demais servidores terceirizados que atuam nas agências bancárias de Imperatriz no grupo prioritário no PNI (Programa Nacional de Imunização) para receber a vacina contra a covid-19, de autoria do vereador Presidente Alberto Sousa (PDT) e subscrito por vários outros parlamentares. 

O atendimento presencial feito pelos bancários e a retomada do auxílio emergencial com agravamento da pandemia são alguns dos motivos apresentados pelos trabalhadores. Além disso as agencias são locais de alto risco de contagio, ambientes fechados, sem ventilação natural, com grande circulação de pessoas. Prestam serviço essencial de manutenção da economia estando em contato continuo com a população e nunca pararam mesmo nos períodos mais drásticos da proliferação do vírus. 

Os vereadores consideram que a vacinação da categoria vai contribuir para diminuir a disseminação do coronavírus e citaram o trabalho de todos esses empregados durante o pagamento de benefícios para conter a crise causada pela pandemia, atendendo a 100 milhões de brasileiros. 

O momento é de colapso no sistema de saúde. Medidas restritivas de circulação dificultam o recebimento das novas parcelas do auxílio emergencial de forma segura e essa exposição dos bancários caracteriza a atividade responsável pelo atendimento ao público como uma atividade de risco.  

O número de contaminação desses funcionários foi elevado e motivo imediato de preocupação por parte do Sindicato dos Bancários do Maranhão (SEEBMA) que teve representantes presentes na sessão e acompanharam a votação. Com a imunização os bancos podem voltar a funcionar com 100% do quadro de colaboradores. 

“A classe nunca parou e precisam estar imunizados para continuarem na linha de frente. Sempre se mantiveram na luta diária e são essenciais no repasse do auxílio emergencial. Nossa vontade é que a vacina chegue a todos os brasileiros e tudo volte ano normal, mas como não é possível no momento, estamos institucionalizando a inclusão desses trabalhadores que levam os recursos que estão dando o sustento para grande parte da população”, disse o Presidente Alberto Sousa. 

As comissões permanentes da CMI votaram de forma conjunta dando parecer favorável a matéria, que foi colocada em votação no plenário, teve aprovação unânime e segue para o Executivo. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...