MENU

27/04/2021 às 21h00min - Atualizada em 27/04/2021 às 21h00min

AIL 30 anos

Inauguradas novas instalações, empossados novos membros e a nova diretoria para o triênio 2021-2023

Elson Araújo
Academia - Fotos: Divulgação
A Academia Imperatrizense de Letras (AIL) completou ontem 30 anos. Para comemorar a data a atual direção do sodalício decidiu, num só momento, inaugurar as novas instalações, empossar os dois novos ocupantes eleitos para as cadeiras 02 e 17, e os dois novos membros correspondentes. Também, na mesma ocasião, foi empossada a nossa diretoria da casa, eleita na semana passada.  

A solenidade, que contou com a particição (virtual) do governador Flávio Dino, foi hibrida. Parte presencial, com um número restrito de pessoas e parte on line, com uma sala aberta na plataforma google meet que contou com a participação de convidados de várias regiões do Maranhão.

Com poucas alterações no corpo diretivo, a AIL continua sob o comando do escritor Raimundo Trajano Neto que tem agora como companheiros de diretoria Edna Ventura, Ribamar Silva, Antônia Arlene, Altair Damasceno e Ariston de França, respectivamente 1° secretário, 2a secretária, 1° tesoureiro e 2° tesoureiro. A eleição foi no último dia 22, em chapa única.

“Nós, os eleitos, sabemos que não estaremos sozinhos nessa empreitada, pois os demais confrades e confreiras nos ajudarão de diversas formas, inclusive com as críticas construtivas e respeitáveis, que servirão de norte para o nosso labor acadêmico, visando sempre, e altruisticamente, o desenvolvimento da Academia Imperatrizense de Letras” declarou o presidente reeleito.

A cerimônia foi realizada num período de uma hora, tempo suficiente para o cumprimento do cerimonial  e rememorar os 30 anos da AIL, fundada no dia 27 de abril de 1991 “sob a liderança do confrade Edimilson Sanches firmando-se, incontestavelmente, como referência cultural de nossa amada Imperatriz” ressaltou Raimundo Trajano.

Prédio reformado

Sem prejuízo das linhas arquitetônicas, que o coloca como uma das construções históricas da cidade, o prédio da Academia Imperatrizense de Letras foi reformado pelo Governo do Estado, o que agora garante mais conforto aos acadêmicos, e aos inúmeros visitantes que para lá acorrem para fazer pesquisas e conhecer um pouco da literatura regional.

De agora em diante o prédio da AIL passa a se chamar também “Paço da Cultura Sálvio Dino, uma maneira que a academia encontrou para homenagear um dos mais participativos membros da casa, e fundador da Cadeira 02. Sálvio Dino morreu ano passado em decorrência de complicações da Covid-19.

Para a AIL o escritor Sálvio Dino, além de acadêmico participativo, era um escritor fecundo que tinha como maior característica o amor pela academia e pelo sertão maranhense e cuja obra é de grande valor histórico.

Novos acadêmicos

Os novos ocupantes das cadeiras 02 e 17 da AIL são respectivamente o jornalista e advogado Elson Araújo e o professor Humberto Barcelos. O primeiro assume a cadeira que pertencia a Sálvio Dino, que tem como patrono Parsondas de Carvalho. O segundo vai ocupar a cadeira que pertencia ao professor Magno Urbano de Macedo, cujo patrono é Sousa Bispo.  

Tanto Araújo quanto Barcelos apresentam prolífera vida literária com participações em antologias e publicações solo em livros, jornais, revistas, sites especializados e redes sociais. Ambos têm forte inclinação para o conto, a crônica e a poesia.

Já os dois novos membros correspondentes são Felipe Costa Camarão, professor universitário e atual secretário de Estado da Educação e Anderson Lindoso. Assim como Camarão, Lindoso também é advogado e professor universitário e ocupa atualmente um cargo público: o de secretário de Estado da Cultura.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...