MENU

26/04/2021 às 21h00min - Atualizada em 26/04/2021 às 21h00min

Conselho Municipal dos Direitos da Mulher realiza 20º reunião ordinária

Foi debatida a realização de campanhas, ações e projetos de conscientização e combate à violência

Islene Lima
Ascom PMI
Promover políticas em todos os níveis visando a eliminação das discriminações que atingem a mulher, é uma das prioridades do conselho - Foto: Ascom-PMI
O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, CMDM, realizou a 20º reunião ordinária, juntamente com as representantes do poder público e sociedade civil. Encontro teve objetivo de discutir sobre campanhas, ações e projetos que devem ser implementados em Imperatriz no decorrer de 2021 e nos próximos quatros anos da gestão. 

O ponto de pauta prioritário foi sobre a inclusão de programas e projetos que promovam as políticas públicas para as mulheres no Plano Plurianual Anual - PPA, da Prefeitura. 

A assistente social, Conceição de Maria Amorim, representante da sociedade civil e Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, explica que o PPA é determinante para que o governo possa planejar e decidir as estratégias orçamentares referentes às políticas sociais para o município, por meios de projetos a serem financiados, tanto a nível do tesouro local, estadual e nacional.

“O Conselho nessa última reunião deliberou várias propostas a serem apresentadas pelas secretarias ao Plano Plurianual, entre elas a Secretaria de Saúde, Desenvolvimento Social, Educação, Agricultura e Abastecimento, que são órgãos chaves para que o governo possa fortalecer e ampliar as suas intervenções nas ações voltadas às as mulheres”, afirma Conceição.

A conselheira destacou que na reunião foi defendido a implantação de Centros de Parto Normal (CPN), ofertando um novo modelo de cuidado; a habilitação do município para garantir dentro do programa do planejamento familiar a laqueadura; a realização de campanha permanente de prevenção à violência contra as mulheres; a promoção e consolidação de Políticas de Igualdade Racial que garantam o combate ao racismo e à discriminação, visando a promoção dos diretos humanos das mulheres e da igualdade na sociedade.

Campanha

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher deliberou também a participação na campanha nacional do “Levante Feminista contra o Feminicídio”, com tema: Nem pense em me matar, quem mata uma mulher, mata a humanidade. Foco da ação é visibilizar e denunciar a cruel realidade da violência que tem aumentado significativamente nesse período de pandemia.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...