MENU

08/04/2021 às 00h00min - Atualizada em 08/04/2021 às 00h00min

​Presidente do Imperatriz denuncia rombo financeiro e confirma time na Série D 2021

Coletiva a imprensa, de maneira remota com o presidente Wagner Ayres e Charles Guerreiro ocorreu ontem à tarde

Dema de Oliveira
Presidente Wagner Ayres e gerente futebol Charles Guerreiro na coletiva de ontem - Foto: Reprodução/Aço TV
A coletiva a imprensa, que aconteceu de maneira remota, foi com o presidente Wagner Ayres e o gerente de futebol e técnico, Charles Guerreiro, na tarde de ontem.

Iniciando a entrevista, o presidente Wagner Ayres, denunciou rombo financeiro no clube, cuja dívida chega a R$ 4 milhões de reais, todas devido a problemas trabalhistas. Além disso, dívidas em hotéis, dívida com a empresa que geriu por algum tempo o projeto sócio torcedor, dividas com o comércio local, entre outras. “Na verdade, entramos em um barco, cheio de buracos, em alto mar, com tempestade tentando tapar esses buracos, para que ele não afundasse. mas infelizmente não conseguimos”, disse Wagner Ayres.

O presidente reiterou que a falta de compromisso de gestões anteriores, até falta de amor com o clube, é o responsável pelo que está ocorrendo agora.

Wagner Ayres, confirmou o time na Série D e disse que vai precisar de mais de meio milhão de reais para colocar uma equipe competitiva em campo na primeira fase do Campeonato Brasileiro. “Imperatriz precisa de R$ 200 mil por mês para jogar a Série D. Como a primeira fase dura três meses, estamos prevendo R$ 600 mil neste período de 14 jogos. No Maranhense, tivemos uma folha salarial de R$ 70 mil só com jogadores e com todas as despesas gastamos R$ 110 mil por mês”, destacou o presidente.

O presidente falou também do caso com o Fênix, que gerou uma dívida de R$ 240 mil, que a diretoria atual teve de pagar. “Esse valor poderia ter sido usada para montar o time do Maranhense”, disse.

Charles Guerreiro, após o jogo contra o Bacabal volta a sua função de gerente de futebol e por isso o Imperatriz vai contratar um novo treinador. Guerreiro, não citou, entretanto, qualquer nome, principalmente dos que estão sendo cogitados, como Marcinho Guerreiro e Marlon Cutrim.

No que se refere ao time para a Série D, Guerreiro disse que o planejamento já está sendo feito, mas contratações só após o término dos estaduais. “Não se tem mercado atualmente, pelo fato dos estaduais ainda estarem em andamento. Vamos montar uma equipe forte, do tamanho do Cavalo de Aço”, disse.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...