MENU

30/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 30/03/2021 às 00h00min

Imperatriz perde mais um jogador

Zagueiro Lucas Yan, alegando problemas familiares, pede rescisão de contrato

Dema de Oliveira
Lucas Yan alegou problemas familiares e pediu rescisão de contrato - Foto: Vagner Grigório/Assessoria/SID
  
Independentemente de continuar ou não na primeira divisão do Campeonato Maranhense, o Imperatriz vai disputar o Campeonato Brasileiro Série D 2021, que inclusive já foi definido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Mas o Imperatriz continua vivendo um drama, que vem desde o ano passado. O clube, que iniciou o ano tendo que fazer uma “vaquinha” para poder se regularizar e jogar as competições em 2021, caminha para um desfecho que nenhum torcedor colorado imaginava - pelo menos antes da pandemia de Covid-19.

Para a atual temporada, a nova diretoria teve um comportamento modesto no mercado, e buscou nomes do futebol da Região Tocantina. No entanto, separou uma verba para investir também em peças que já contribuíram de forma expressiva, em um passado recente do clube.
Só que os investimentos não deram o retorno de imediato que o Imperatriz precisava, e com isso, diretoria e atletas passaram a conviver em clima pesado e de cobrança. Além da escassez de vitórias - 23 jogos - o Cavalo de Aço também passou a lidar com idas e vindas em seu elenco.

Nas últimas semanas, o zagueiro Lucas Yan, o meia Renatinho e o atacante Matheus Lima pediram rescisão contratual com o clube. Este último foi contratado na esperança de reproduzir o futebol que o fez artilheiro da Série C em 2019, mas acabou indo embora sem nenhum gol marcado.

Na tentativa de preencher essas lacunas, o Imperatriz acertou a contratação de mais três jogadores. O meia Samuel, de 23 anos, com passagens pelo Figueirense/SC, Fluminense/SC e Guarani/SC; o atacante Di Maria, de 22 anos, com passagens pelo Serrano/RJ e Americano/RJ, e o atacante Léo Paraíba, velho conhecido do futebol maranhense. Léo tem 32 anos e, além do Imperatriz, acumula passagens por clubes como Remo e Moto Club.

O Cavalo de Aço também teve que lidar com alguns negócios frustrados no início da temporada. O clube chegou a anunciar os volantes Xaves e Felipe Pelles. Mas ambos pediram desligamento antes mesmo de estrearem pelo time. Renatinho e Matheus Lima também foram para outras equipes. 

Vale lembrar, que entre essas contratações, mesmo diante do quadro negativo financeiramente, o Imperatriz teve alguns equívocos, trazendo jogadores sem a menor condição técnica, como Dudu e Davi Caça-Rato, por exemplo.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...