MENU

27/03/2021 às 08h30min - Atualizada em 27/03/2021 às 08h30min

Integrantes de organização criminosa especializada em furto de gado são presos pela Polícia Civil e animais são recuperados no interior do Estado

Orientada pelo Delegado Diogo Fonseca, a ação conjunta foi deflagrada ainda na quarta-feira, 24

Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins
Ascom - SSP/TO
Foto: Divulgação - SSP/TO

Várias cabeças de cabeças de gado, que haviam sido furtadas de uma propriedade rural, em Pindorama do Tocantins, foram recuperadas mediante ação da Polícia Civil e da Polícia Militar ao longo desta semana em municípios do interior do estado. A ação resultou também na prisão de dois homens suspeitos de integrar uma associação criminosa, que seria especializada em furtar gado.

Orientada pelo Delegado Diogo Fonseca, a ação conjunta foi deflagrada ainda na quarta-feira, 24, por meio de operação que envolveu policiais civis da Delegacia de Brejinho de Nazaré, Lagoa da Confusão e também de agentes do Núcleo da PC-TO de Santa Rita do Tocantins, onde a maioria dos animais foram encontrados. Policiais Militares de Lagoa da Confusão auxiliaram os trabalhos.

Conforme apontaram as investigações da Polícia Civil, há alguns dias, os supostos autores chegaram à propriedade da vítima, localizada no município de Pindorama do Tocantins, se passando por compradores de gado. No local, eles falaram com o proprietário e escolheram e pediram para separar os animais que desejavam, argumentando que voltariam no dia seguinte para buscá-los. Contudo, a estratégia fazia parte de um plano e facilitava o crime, já que eles retornaram à fazenda durante a madrugada para subtrair o gado.

Logo após o crime, a Polícia Civil iniciou as investigações e conseguiu localizar, na última quarta-feira, 19 cabeças de gado, em uma propriedade em Santa Rita. Em continuidade às ações policiais, que se seguiram nesta sexta-feira, os policiais civis, com apoio da Polícia Militar, localizaram o paradeiro de mais nove cabeças de gado, sendo que cinco também em uma propriedade na zona rural de Santa Rita do Tocantins e as outras quatro, em Dueré. 

Segundo o apurado pela Polícia Civil, as nove cabeças de gado recuperadas também haviam sido furtadas pelos mesmos autores na cidade de Paranã, alguns dias atrás. As investigações continuam e novas informações estão sendo checadas, o que poderá resultar na localização de outros animais subtraídos pelo grupo.

Ainda segundo o delegado Diogo, o grupo criminoso sempre se passava por compradores de gado para facilitar a consumação do furto, que ocorria geralmente durante a madrugada, antecipando-se ao horário marcado com o vendedor.

“Vítimas de crimes semelhantes podem procurar a delegacia de polícia civil mais próxima para verificar se foram enganadas/subtraídas pelo mesmo grupo”, ressalta a autoridade policial.

Capturados, os dois homens foram conduzidos até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Paraíso do Tocantins, onde a autoridade policial plantonista fez a autuação dos mesmos pelo crime de furto de gado. Na oportunidade, o delegado plantonista  Hismael Athos constatou que um dos autores utilizava documentos falsos e possuía dois mandados de prisão em aberto em seu verdadeiro nome. Sendo assim as ordens judiciais foram cumpridas e o indivíduo também foi autuado por uso de documento falso.

Segundo o Delegado Diogo Fonseca, “a prisão destes indivíduos encerra uma sequência de crimes praticados por eles em diversas regiões do Estado, além de possibilitar a identificação dos demais envolvidos. O êxito também se dá na recuperação e devolução dos animais aos verdadeiros donos.”

Após a realização das providências legais cabíveis, os indivíduos foram recolhidos na Casa de Prisão Provisória de Paraíso do Tocantins, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...