MENU

26/03/2021 às 16h58min - Atualizada em 26/03/2021 às 16h58min

Estado adquire armamento para reforçar segurança nas unidades penitenciárias

Vanessa Van Rooijen
Ascom - SSP/PA
De acordo com o secretário Jarbas Vasconcelos, o armamento eleva ainda mais o nível de segurança nas casas penais do Estado - Foto: Ascom - SSP/PA

Em reunião virtual com diretores administrativos e das unidades penitenciárias, o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos, entregou durante ato simbólico mais 250 pistolas 9x19 mm para as atividades dos policiais penais. O armamento foi adquirido em fevereiro deste ano, em Brasília (DF), com apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

De acordo com o secretário Jarbas Vasconcelos, o armamento eleva ainda mais o nível de segurança nas casas penais do Estado. "Já estamos tratando que na posse dos novos policiais penais, decorrente do novo concurso que está em andamento, também seja realizada a entrega do kit armamento para todos. Quando nós começamos o armamento das unidades prisionais, estudamos quais eram os ideais para o trabalho prisional. Contudo, avançamos na aquisição, e hoje alcançamos que cada servidor operacional que esteja dentro do pavilhão tenha uma (arma) calibre 12. Isso leva a vigilância aproximada para outro patamar de segurança. Uma segurança ostensiva e capacitada", ressaltou.

A entrega simbólica foi realizada para representantes do Sindicato dos Policiais Penais do Estado do Pará e Associação dos Policiais Penais do Estado do Pará. Segundo Joel Batalha, presidente da Associação, em setembro de 2020 houve uma reunião entre membros da entidade, e uma das pautas foi armamento. "Ficamos felizes de que ver como, de lá pra cá, o sistema prisional está avançando. Teríamos o armamento só depois do estágio probatório dos servidores efetivos, mas já o recebemos. É nosso equipamento essencial de trabalho, e mais uma forma de nos proteger", afirmou.

Rosivan Sousa, presidente do Sindicato, orienta os profissionais temporários da Secretaria a estudarem para o concurso. “Para os que estão há muito tempo e conhecem o sistema, esta é uma grande oportunidade. A Secretaria está lutando por nós, e as melhorias estão aí. Queremos agradecer o empenho da gestão com a categoria, por ter a ciência de que o policial penal é o braço da Secretaria", disse o sindicalista.

Capacitação - Jarbas Vasconcelos também informou aos diretores que, após a pandemia de Covid-19, novos cursos serão oferecidos aos policiais penais, como os de operações penitenciárias e tática defensiva.

Além disso, está sendo elaborado o edital de convocação de todos os policiais penais efetivos que tenham participado de algum curso, para a seleção dos primeiros 20 integrantes do Grupamento de Ações Penitenciárias (GAP), que substituirá o Grupamento de Operações Penitenciárias (Gope), previsto em lei e em fase de alteração por meio da Consultoria Jurídica da Seap.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...