MENU

24/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 24/03/2021 às 00h00min

MPMA realiza mais uma edição dos Círculos de Diálogo nas escolas

Johelton Gomes
CCOM-MPMA
Divulgação
 
O Gabinete de Mediação Comunitária do Ministério Público do Maranhão promoveu, no último sábado, 20, o Círculo de Diálogo com estudantes de escolas públicas, por meio de videoconferência. A atividade teve a participação de sete adolescentes, entre 14 e 17 anos, e abordou os desafios e estratégias de superação no contexto da pandemia de Covid-19.

A ação marcou a retomada das atividades comunitárias realizadas pelo gabinete, com foco em quatro eixos de atuação: mediação, educação em direitos humanos, animação de redes e justiça restaurativa na educação. A metodologia dos círculos é recomendada para a prevenção e gestão de conflitos nos ambientes escolares.

Os participantes estudam nos Centros de Ensino João Paulo II, Paulo Freire, Professora Estefânia Rosa, na Unidade Integrada Emésio Dário de Araújo e na UEB Alberto Pinheiro. São alunos dos anos finais do ensino fundamental e médio. As inscrições são feitas pelos mobilizadores comunitários e gestores das escolas.

O trabalho é coordenado pelo promotor de justiça Vicente de Paulo Silva Martins, titular da Promotoria de Justiça Itinerante de São Luís e coordenador do Programa de Implementação de Núcleos de Mediação Comunitária no âmbito do Ministério Público do Estado do Maranhão (PNMC), cujo objetivo é contribuir para a disseminação de uma cultura de paz.

De acordo com a servidora do MPMA e facilitadora dos Círculos de Diálogo, Aládia Chaves de Oliveira, as ações do PNMC podem ser realizadas nos Núcleos Comunitários de Medição e Práticas Restaurativas, nas escolas e em outros espaços comunitários dos territórios com núcleos instalados.

“O Núcleo funciona como ponto de referência do PNMC no território, mas as ações do programa extrapolam o espaço físico do Núcleo, chegando a todas as instituições envolvidas na execução de políticas públicas, por meio do trabalho em rede”, explicou Aládia Oliveira.

Nesta edição, os facilitares também foram o servidor do MPMA Irlan Jucá Fonsêca e Elaine Trigueiro, mediadora comunitária e mobilizadora.
 

Parceria Institucional

A opção por realizar os Círculos de Diálogo foi definida em reunião, no dia 9 de março, com representantes de instituições que também compõem a Rede de Atendimento Integral do Território do Turu e outros parceiros. Foram debatidas estratégias para a retomada de atividades junto às comunidades escolares, de forma virtual.

Também ficou acertado que o Gabinete de Mediação Comunitária do Ministério Público do Maranhão vai promover atividades sobre direitos e cuidados com os professores, também  virtualmente.

A reunião de trabalho teve representantes do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Clube de Mães Mateus e da Universidade Federal do Maranhão e seu projeto de extensão Plantão Psicológico Centrado na Pessoa.

De acordo com a professora e coordenadora do projeto de extensão, Claudia Aline Soares Monteiro, a iniciativa foi implementada há três anos na Defensoria Pública Estadual, na qual são oferecidos atendimentos semanais. A proposta é firmar parceria com o MPMA para que seja implementado no Núcleo Comunitário de Mediação e Práticas Restaurativas da Divineia. O encontro teve a participação, ainda, de representantes do Centro Integrado de Estudos e Programas em Desenvolvimento Sustentável (Cieds), organização sem fins lucrativos, com sede no Rio de Janeiro, que patrocina projetos sociais em todo o país. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...