MENU

20/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 20/03/2021 às 00h00min

Sindicato dos Optometristas pede que a Câmara regularize a situação dos profissionais

Sidney Rodrigues – ASSIMP
Danilo Tigre esteve reunido com Alberto Sousa para tratar sobre o não cumprimento de lei federal nas óticas da cidade - Foto: Gidel Sena
  
Nesta sexta-feira, 19, o presidente do Sindicato de Ópticos, Optometristas, Contatólogos e Ortópticos do Estado do Maranhão, Danilo Tigre, esteve no gabinete da Câmara Municipal de Imperatriz, buscando amparo do Legislativo para a criação de um mecanismo que garanta a obrigatoriedade de profissionais optometrista nas óticas. 

Hoje existe uma grande insatisfação por parte dos empresários, em função da abertura irregular de muitas óticas devido a lei da liberdade econômica, instaurada em 2019. A lei isenta a ótica de possuir alvará, e isso causa uma falta de fiscalização por parte da vigilância sanitária, fazendo com que empresas que possuíam técnicos ópticos demitam seus profissionais e muitas outras abram sem técnicos. 

Há uma lei federal que expressa a obrigatoriedade de um responsável técnico dentro das óticas e os optometristas querem que seja garantida está prerrogativa.  

O presidente da Câmara, Alberto Sousa (PDT), reconhece a importância desta ação para que seja assegurado o emprego destes profissionais e buscará os meios e o amparo legal, revendo a legislação para regularizar esta situação. 
  

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...