MENU

16/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 16/03/2021 às 00h00min

Na Semana da Mulher, Suzano reforça compromisso com a representatividade feminina em suas operações

Em 2020 a companhia assumiu o compromisso de contar com 30% dos cargos de liderança ocupados por mulheres até 2025

Assessoria de Imprensa da Suzano
Divulgação
Em todo o mundo, as mulheres somam impactos positivos nos negócios. Elas desafiam os estereótipos de gênero e ocupam cada vez mais funções que eram encaradas como majoritariamente masculinas. Celebrado no dia 8 de março, o dia Internacional da Mulher, é uma data para destacar as conquistas sociais, econômicas, culturais e políticas de mulheres, ao mesmo tempo em que marca uma chamada à ação para acelerar o equilíbrio e a igualdade de gênero.

Na unidade da Suzano em Imperatriz, elas já são maiorias em diversos setores, ocupando espaços tradicionalmente predominados por eles. Mecânicas, engenheiras, soldadoras, operadoras de máquinas, supervisoras, gerentes e diretoras, quebram barreiras e mostram que a ideia inicial da existência de cargos por gênero está ultrapassada.

Deborah Zaine é um exemplo, ela começou a atuar no mercado na área da Construção Civil, ramo com predominância masculina, hoje é operadora de área de secagem na Suzano e reflete a necessidade de uma maior participação feminina nas empresas. “Vejo com grande importância empresas que preferem mulheres em setores majoritariamente masculinos porque a mudança inicial precisar ser essa: inserção no mercado, inserção na cultura e no pensamento. No meu trabalho sou incentivada pelos meus superiores a concorrer vagas acima da minha, olho para todas, em todos os setores e vejo mulheres, muitas mulheres! São mecânicas, operadoras de máquinas, supervisoras, essa representatividade é o máximo!”.

Para ela, as empresas já estão começando a aguçar novos olhares e visões de um futuro mais igualitário em todos os cargos. “Hoje há um maior despertar para o público feminino, um cuidado e uma aceitação que em tempos atrás pouco era visto. Temos uma grande melhora, um passo acima no degrau pela busca da aceitação feminina no mercado de trabalho em todos os setores”.  
Rosilete Menezes Monteiro é analista de laboratório da companhia desde 2003. Sua vinda para a Unidade de Imperatriz foi um momento de grande desafio pessoal e profissional. “Sou graduada em Administração e conclui em 2020 o curso de Engenharia de Produção. Sinto muito orgulho de trabalhar numa empresa 100% plural, onde a igualdade e a diversidade são pilares muito fortes”.
A analista avalia a trajetória das mulheres no mercado de trabalho como uma conquista importante, embora a desigualdade ainda exista em muitos espaços. “Nossos desafios são constantes. A desigualdade de gênero ainda está presente em muitas empresas, é algo que precisa evoluir. No entanto, cada vez mais a luta pelo direito à participação da mulher no mercado de trabalho tem crescido”, destaca.

A Suzano têm a diversidade e a inclusão como premissas para ser uma empresa melhor a cada dia. Esse conjunto é um dos pilares da companhia que no inicio de 2020 assumiu o compromisso de contar, até 2025, com 30% dos cargos de liderança ocupados por mulheres.

“Acreditamos fortemente no potencial da mulher para estar presente em qualquer área da empresa. Por isso buscamos cada vez mais proporcionar em nossos processos de seleção as oportunidades para as mulheres, além de incentivar nossas colaboradoras a buscar esse avanço no crescimento profissional delas. Esse também é o nosso compromisso: Alcançar um ambiente corporativo mais inclusivo, incentivando a representação feminina”, finaliza Miriany Naiara Fernandes, coordenadora de RH da Suzano.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...