MENU

13/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 13/03/2021 às 00h00min

Músicas em Destaque

Da Redação
GB Edições

Single                                                                                            
Bala Na Bolsa – Lukinha, Cammie, Jenni Rocha, Safí e NYNA

“Bala Na Bolsa" é a primeira música idealizada e criada ao vivo no Clubhouse, aplicativo de salas de conversas de áudio em tempo real. Em um encontro despretensioso na nova rede social do momento, os produtores Pablo Bispo e Ruxell e o artista do selo Inbraza, Lukinhas, encontraram um time feminino de peso formado por Cammie, Jenni Rocha, Safí e NYNA, jovens nomes exponenciais na cena urbana. E desta sala musical saiu a composição e a produção ao vivo de "Bala Na Bolsa”. Com uma sonoridade pop urbana, os vocais femininos são os protagonistas em "Bala Na Bolsa", que carrega uma letra cheia de rimas e atitude composta pelo seu time de mulheres. Já Lukinhas entoa todo o potencial de sua voz no refrão, que ganhou um ritmo mais melódico, característico do cantor, nos versos "Grana no Bolso / Bala na bolsa / Essas mina tão tão tão ficando louca / Pisando em Gucci / Bala na bolsa / Essas mina tão tão tão ficando louca". O produtor Pablo Bispo explica que o single foi criado com o intuito de subverter o conceito tradicional do gênero pop urbano, onde a voz masculina faz parte da rima com mais atitude e a voz feminina entra no refrão melódico. Em "Bala Na Bolsa", as mulheres estão em maioria e como elemento de potência da faixa. "Isso foi a primeira coisa que eu pensei que gostaria de fazer, porque normalmente é ao contrário, com os rappers homens cantando os versos - falando o quanto são fodas, têm dinheiro e ostentam -, enquanto as mulheres ficam com o refrão. Veio cada uma com sua autenticidade, característica, sua verdade - e é muito importante isso, sempre aconselho a pregar a verdade do artista, do lugar de fala principalmente. E o Lukinhas cantando o refrão, falando que elas eram incríveis, e todas aprovando juntas e se sentindo à vontade", conta Bispo.
 

Single/Clipe                                                 
Mesmo Que Não Queira Me Ouvir - Dudu

Após um 2020 bastante movimentado, no qual lançou em sequência o EP “Jordan Boyz Vol. 2” e seu primeiro álbum, "Acídia”, além de cinco singles, o rapper capixaba Dudu inicia 2021 com o pé direito ao apresentar a faixa "Mesmo Que Não Queira Me Ouvir". O trabalho, fruto da parceria com o brasiliense Froid e que já está disponível em todas as plataformas de música, conta com sonoridade romântica e letra visceral, traduzindo simbolicamente a fase adulta de Dudu, onde suas preocupações, trabalho e posicionamento apontam novas direções. Combinando com a track, os rappers protagonizam ainda um videoclipe, que mescla uma atmosfera de reflexões introspectivas com elementos de ostentação, com direito a cenas com champanhe em um jatinho. Sobre a expectativa em relação à nova faixa e próximos passos para 2021, Dudu conta: "‘Mesmo Que Não Queira Me Ouvir’ é um pedaço de tudo que ainda vai acontecer, ao mesmo tempo em que finda bastante coisa do que a gente fez ano passado. É um som com uma cara totalmente diferente e eu acho que esse lançamento vai ser muito foda, considerando o que ainda tem por vir, que é só coisa pesada e daí pra cima", finaliza o capixaba.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...