MENU

09/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 09/03/2021 às 00h00min

​Kátia Abreu defende lockdown em todo o Brasil e com fiscalização do Exército nas ruas

A senadora pediu que o Governo Federal libere a compra de vacinas pelos Estados

Da Assessoria
Senadora Kátia Abreu (PP-TO) - Divulgação
A senadora Kátia Abreu (PP) defendeu a realização de lockdown em todo o Brasil e também saiu em defesa das medidas mais rigorosas decretadas pela Prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB). A postagem foi feita no Twitter nesse domingo (7).

“Prefeita de Palmas tem meu apoio quanto ao isolamento. Não existem leitos para mais pacientes. O lockdown deveria ser no Brasil todo com apoio do Exército. As polícias militares não conseguem sozinhas fazer cumprir. Sem vacina, só lockdown por pelo menos 15 dias”, postou a senadora.

Segundo Kátia Abreu, o lockdown melhora a pressão sobre o sistema de saúde que está em colapso. “Meu sobrinho está entubado em Goiânia há 5 dias. O desespero é grande. São milhares de famílias no mesmo sofrimento”, acrescentou.

A parlamentar federal afirmou ser revoltante as festas que estão acontecendo por todo o Brasil. “Falta de responsabilidade de uns poucos que devem ser severamente punidos. O Exército poderia ser convocado para apoiar a PM no lockdown”, pede Kátia Abreu.

LIBERAÇÃO PARA COMPRA DE VACINAS
Na sequência de postagens, a senadora disse que, na ausência de um lockdown geral, o Governo Federal poderia liberar a compra de vacinas pelos governadores.

Kátia Abreu diz ainda que, segundo especialistas, teríamos que vacinar todas as pessoas com mais de 60 anos para minimizar rápido a gravidade da situação. Para isso seriam necessárias 120 milhões de doses (2 doses pra cada um). Contudo, temos apenas 40 milhões de doses, segundo o Ministério da Saúde.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...