MENU

09/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 09/03/2021 às 00h00min

Governador fará nova análise sobre o cenário da COVID-19 e medidas de contenção

SECAP
Flávio Dino anuncia medidas para geração de oportunidades aos jovens - Foto: Handson Chagas
Mil vagas de emprego e mais de 30 mil oportunidades de aprendizado para jovens maranhenses foram anunciadas pelo governador Flávio Dino, durante coletiva à imprensa, nesta segunda-feira (8), no Palácio dos Leões. Na ocasião, o governador citou ainda outras medidas para conter o avanço da doença, como a ampliação de leitos, campanha de vacinação e ações de apoio à população. 

Flávio Dino anunciou o programa Trabalho Jovem, que vai oferecer mil vagas, com a contrapartida de mil reais, concedida pelo Governo, a cada empresa que contratar um jovem. Ainda, 1,5 mil vagas de estágio com bolsa de R$ 600; 500 vagas para estágio em órgãos públicos e 30,9 mil vagas em cursos profissionalizantes. “É um forma de oferecer oportunidade ao jovem e movimentar a economia nesse período de crise aguda”, explica. 

Os primeiros editais serão divulgados ainda esta semana. O governador pontuou ainda as duas mil vagas do programa Agente Jovem Ambiental, que garantirá apoio financeiro para ações ambientais. O projeto de lei que institui o programa será apreciado pela Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema). 

Fiscalização - Sobre as fiscalizações intensificadas, o governador pontuou que, em três dias – de 5 a 7 de março -, as equipes da Vigilância Sanitária Estadual realizaram 405 vistorias, emitiram 34 termos de infração e 12 autos de infração, na capital. Dois estabelecimentos foram interditados. A ação chegou também a Imperatriz, somando 46 fiscalizações. Os pontos mais vistoriados foram bares, espaços de moda, lanchonetes e supermercados. O trabalho foi intensificado após decreto do Governo do Estado, que aplicou novas restrições contra a Covid-19. 

Cenário Covid-19 - O Maranhão está na tendência de ampliação de alta dos casos. O esforço, como Governo, é fazer com que o estado volte ao cenário de estabilidade e para isso, é preciso reforçar as medidas de contenção para que se mude a atual realidade. A ocupação de leitos – clínicos e de UTI – também aumentou. 

Ampliação de leitos - Nosso trabalho tem sido a ampliação, abrindo o maior número de leitos possível, para evitar o colapso hospitalar. Em Imperatriz, são três unidades mantidas pelo Governo, implantação do Hospital de Campanha, além da rede conveniada para atender aos casos de coronavírus. Em 2021, somam 487 leitos – de UTI e clínicos – abertos pelo Governo para atendimentos da Covid-19.

Vacinação - O governador destacou que, após o decreto estadual, os municípios maranhenses avançaram na vacinação. De 47, aumentou para 197 o número de cidades que alcançaram mais de 60% de imunização. O índice garante o recebimento de novas vacinas, conforme pontua o decreto. “Tivemos grande avanço na aplicação de vacinas ou alimentação do sistema e agradeço os esforços das prefeituras. Vamos continuar trabalhando juntos para avançar na vacinação”, enfatizou Flávio Dino. 

Sobre a compra de vacinas pelos estados, o governador pontuou um erro de ação federal, no segundo semestre do ano passado, em não adquirir vacinas; e a aposta em utilizar apenas uma vacina. Dino informou que há esforços dos estados para que a China destine insumos ao Butantan, para produção dos imunizantes. Ainda, o consórcio de governadores busca fabricantes e o Maranhão está em diálogo com duas alternativas. 

“O que queremos é que a vacina chegue. Se o Governo Federal resolver comprar, ótimo. Estamos tratando de contratos e as negociações existem há mais de um mês. Mas há baixa oferta e burocracias de ordem federal. Até agora, nenhum estado conseguiu comprar vacinas diretamente”, informou o governador. 

Educação - Pontuando as ações sociais e educativas, o governador citou a TV Educação, canal educacional 10.2, com transmissão de aulas para a rede pública estadual. Ainda, radioaulas na Rádio Timbira, iniciando dia 15 deste mês; materiais impressos e chips de internet. “Temos esse esforço multimídia, único no Brasil com esta dimensão, para garantir o aprendizado dos estudantes do ensino médio”, disse o governador.

Medidas sociais - Entre ações relativas à desaglomeração, pontuou a aumento de coletivos no transporte Expresso Metropolitano semiurbano. São 12 veículos extras e a soma de 100 viagens em três dias. No apoio à população, abertura do Restaurante Popular em Marajá do Sena, sorteio do programa Minha Casa Melhor (1.300 cartões de R$ 600), entrega de novas ambulâncias e 100 mil cestas básicas distribuídas. 

Integram as medidas, ainda, o edital Conexão Cultural, com inscrições abertas a partir do dia 10 de março. São mil vagas de R$ 1,5 para a classe artística, com o objetivo de amenizar os efeitos da pandemia; e também prorrogação do pagamento do IPVA com 10% de desconto. “Temos esse conjunto de ações sociais para, dentro dos limites legais do Governo do Estado, cumprir essa ação social com as famílias”, ressalta Flávio Dino.  

Novas medidas - Sobre as novas medidas do último decreto, o governador ressaltou que irá avaliar o cenário, mas a ideia é manter algumas medidas, a exemplo da suspensão das aulas presenciais na rede. “As restrições sanitárias não são fruto de decisão pessoal, são devido às condições sanitárias. É um momento especialmente desafiador que estamos vivendo e que pode mudar de acordo com o cenário sanitário”, disse.
Na sexta-feira (12), o governador fará nova análise quanto ao cenário da doença e medidas de contenção. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...