MENU

04/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 04/03/2021 às 00h00min

FMF instaura procedimento administrativo para apurar denúncias de manipulação de resultados

Processo tem o prazo de dez dias para ser concluído pelo vice-presidente de assuntos jurídicos da FMF Márcio Biguá

Daniel Amorim
Jogo São José e Bacabal que teria gerado a denúncia de manipulação de resultados - Foto: Divulgação/ECSJ
A Federação Maranhense de Futebol (FMF) deu mais um passo em uma investigação sobre manipulação de resultados no Estadual 2021. Através de portaria, a entidade informou que foi aberto um procedimento administrativo para apurar denúncias recebidas. O vice-presidente de assuntos jurídicos da FMF, Márcio Biguá, conduzirá a investigação, que terá 10 dias para ser concluída.

Segundo a portaria, a medida leva em consideração “o teor das denúncias informalmente encaminhadas dando conta de possível cooptação de atletas, as implicações jurídicas e desportivas advindas da referida conduta e a necessidade de averiguação da veracidade ou não dos fatos, bem como eventual consumação”.

Origem da investigação
Após a derrota do São José para o Bacabal, no último sábado, começaram a surgir diversas informações sobre jogadores do clube que teriam cooptados para participar de um esquema no sentido de manipular o resultado do jogo. De acordo com essas informações, cinco jogadores do Peixe Pedra teriam sido contactados para “facilitarem” uma derrota diante do BEC.

Áudios e prints de conversas em aplicativos de trocas de mensagens também vazaram. Em um desses diálogos, um jogador não identificado do São José fala em uma proposta de R$ 2 mil para “entregar” a partida e dá a entender que não aceitou. “Uns caras de Bacabal oferecendo dinheiro para fazer um pênalti e vieram falar comigo. (Ofereceram) Dois mil reais só para fazer um pênalti, mesmo o Bacabal perdendo. Isso não é coisa de homem”, afirma o atleta em um trecho de áudio vazado.

O que disse o São José?
Em nota oficial, o São José se posicionou totalmente contrário a esse tipo de ação e se colocou à disposição para colaborar com as investigações. Nos últimos dias, o clube dispensou alguns atletas do seu elenco, alegando que eles não estavam tendo boas atuações.

“Tendo em vista a denúncia recebida pela FMF, a respeito de uma suposta tentativa de cooptação de atletas para manipulação de resultado de jogo, envolvendo a partida entre Bacabal x São José de Ribamar no dia 27/02/2021, válida pela terceira rodada do campeonato Maranhense série A 2021, o São José de Ribamar Esporte Clube manifesta repúdio de qualquer atitude que vise manipular resultados de jogos. Contudo, o clube coloca-se à disposição da Federação Maranhense de Futebol para colaborar na apuração dos fatos ocorridos”, disse o comunicado do Peixe Pedra.

O acerto dos jogadores com o suposto esquema de manipulação pode ter motivado o pedido de desligamento do técnico Ricardo Alves, que teve sua saída oficializada no último domingo. Em contato com a reportagem, o treinador se limitou a dizer que “aconteceram algumas coisas extra-campo, que eu não quero me posicionar agora. Me desliguei por completo, por outras razões”, declarou o profissional que exercia outras funções, mas não continua no clube.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...