MENU

03/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 03/03/2021 às 00h00min

Desembargador Joaquim Figueiredo comanda sua primeira sessão de julgamentos como presidente

TRE-MA/Assessoria
Desembargador Joaquim Figueiredo - Assessoria/TRE-MA
Como presidente aclamado do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, o desembargador Joaquim Figueiredo liderou a primeira sessão de março de 2021, realizada na manhã desta terça, 2, invocando a proteção de Deus para desejar um bom dia à família judiciária eleitoral e a todos que assistem aos julgamentos que permanecem ocorrendo por videoconferência, transmitidos pelo canal TRE-MA do Youtube.
Após a leitura das atas das sessões anteriores, saudou a desembargadora Ângela Salazar que tomou posse como membro efetivo da Corte na segunda, 1º, assumindo o cargo de vice-presidente e corregedora, a quem desejou êxito por trabalhar em prol da sociedade nas decisões, com senso de justiça e com apoio integral da presidência e dos demais membros.
Em resposta à saudação, a corregedora agradeceu, afirmando que chega ao órgão para colaborar e que ainda está permeada de muita emoção e alegria. “Quero agradecer as manifestações dos colegas desta egrégia Corte e dizer que sei que minha responsabilidade aumentou e o quanto é difícil o acesso da mulher aos espaços de poder, isso em decorrência de que a nossa sociedade foi estruturada em cima do patriarcado sexista e machista. Para que a mulher cumpra com estas questões é só através da educação. Graças a Deus tive acesso a educação para lutar e chegar onde cheguei. Agradeço a Deus, aos meus pais, que souberam me conduzir apesar de serem semianalfabetos”.

Aproveitando o clima de saudações, a juíza Lavínia Coelho também desejou sucesso aos novos dirigentes, destacando que a desembargadora Ângela Salazar merece “parabéns duplo” por representar a maior parte da população brasileira, que é a feminina, porém pouca nos tribunais. “Enquanto não ocuparmos esses tribunais, enquanto não ocuparmos esses cargos de chefia como a senhora está alcançando esse e no próximo ano, não mudaremos este cenário triste”.

Por sua vez, o jurista Luis Fernando Xavier Guilhon fez ecoar o discurso do juiz Cristiano Simas feito durante a posse da nova mesa diretora, assim como o da juíza Lavínia, desejando triunfo a ambos os empossados.
O jurista Gilson Ramalho também parabenizou e desejou sucesso aos desembargadores, destacando que a chegada da desembargadora Ângela é um marco histórico nacional pela história de vida, resolvendo em parte um déficit que a sociedade brasileira tem com a população preta, pobre, que vem de escola pública, que tem a dificuldade do cotidiano maior que os demais.

Ex-assessor administrativo da Corregedoria Regional Eleitoral, cargo que assumiu quando o desembargador Joaquim Figueiredo tomou posse como membro efetivo do TRE-MA em 26 de fevereiro de 2020, Luann de Matos Oliveira Soares é o novo diretor-geral da instituição, substituindo Gustavo Araújo Vilas Boas, exonerado a pedido na sexta, 26/02.

Datas e horários das sessões de março 2021
A partir de abril, o presidente anunciou modificações nas datas das sessões com vistas aos membros e direção poderem planejar suas audiências e tarefas de gabinete.

“As nossas sessões serão sempre realizadas nas primeiras e terceiras semanas do mês, segunda à tarde, terça pela manhã e tarde e quinta à tarde. Excepcionalmente, havendo necessidade, faremos em outro dia”, homologou o presidente.

As sessões de março seguem marcadas para os dias 2 (9h e 15h), 4 (15h), 15 (15h), 16 (9h e 15h), 18 (15h) e 30 (9h).

Reunião com secretários, assessores e coordenadores
Encerrada a sessão de julgamentos, o presidente Joaquim Figueiredo, a corregedora Ângela Salazar e o diretor-geral Luann de Matos reuniram-se com os secretários, assessores e coordenadores para uma conversa em que a pauta foi apresentarem-se e demonstrarem qual será o estilo da nova gestão.

Ratificaram que a gestão será compartilhada e que o compromisso com a coisa pública é o principal interesse, além do fortalecimento da imagem da Justiça Eleitoral e o cumprimento de metas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Justiça, entre outros.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...