MENU

02/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 02/03/2021 às 00h00min

Polícia Civil prende feminicida foragido de Barão de Grajaú

Os policiais deram cumprimento a um mandado de prisão temporária

Dema de Oliveira
Suspeito foi preso ontem em Porto Franco quando embarcava em um ônibus com destino ao Pará - Foto: Divulgação/Assessoria
A Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da SEIC/DCCT (Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos) e Delegacia Regional de Imperatriz, deu cumprimento a mandado de prisão em desfavor de iniciais F.R.A.S., acusado de ter praticado crime de feminicídio contra a companheira de iniciais L.A.C. na cidade de Barão de Grajaú/MA, distante 694 km de Imperatriz, no dia 25 de janeiro de 2021. 

Após um desentendimento motivado por ciúmes, o autor levou a vítima para um local ermo, e à plena luz da manhã, efetuou dois disparos contra a face e a cabeça da vítima.

Tão logo informados do crime, policiais civis da Delegacia de Barão de Grajaú empreenderam diligências para intimar e ouvir testemunhas e obtiveram imagens de circuitos de videomonitoramento, as quais subsidiaram a identificação da autoria do crime ainda no mesmo dia.

A autoridade policial representou pela prisão temporária, e após sua concessão, foi dado início ao trabalho de localização e captura do acusado.

Após várias diligências sem sucesso para a localização e captura, soube-se que o foragido havia saído das fronteiras do município, tornando necessária a solicitação e apoio técnico e operacional da SEIC/DCCT para o cumprimento da prisão.

Decorridas semanas de diligências e de o acusado ter escapado de cercos policiais nas cidades de Fortuna/MA e em Jatobá/MA, nas primeiras horas desta segunda-feira (1º), policiais da SEIC/DCCT e da Delegacia Regional de Imperatriz, por intermédio do Grupo de Pronto Emprego (GPE), localizaram e prenderam o acusado na cidade de Porto Franco, a 115 km de Imperatriz, em um ônibus que tinha como destino final o Estado do Pará.

Capturado, o preso foi cientificado do teor do mandado e encaminhado para uma unidade prisional da Secretaria de Administração Penitenciária-SEAP em Imperatriz, de onde aguardará decisões judiciais ulteriores.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...