MENU

25/02/2021 às 00h00min - Atualizada em 25/02/2021 às 00h00min

Prefeitura realiza fiscalização rigorosa após novo decreto

Medida visa coibir e conter irregularidades, evitando principalmente qualquer tipo de aglomeração

Islene Lima - Ascom
A fiscalização ostensiva ocorre em diversos bairros de Imperatriz - Foto: Assessoria
A Prefeitura de Imperatriz está realizando uma força - tarefa contra a pandemia do novo coronavírus. Diante disto, as fiscalizações estão mais rigorosa, principalmente após o último decreto municipal, divulgado na última terça-feira, 22, que estabelece que restaurantes, bares, casas de eventos e similares funcionem até às 23h.

Objetivo da ação mais ostensiva é fazer o controle de medidas preventivas contra a Covid-19, já que os números de infectados voltaram a subir na cidade.

De acordo com o secretário de governo, Eduardo Soares, a fiscalização não é para atrapalhar ou dificultar o trabalho das pessoas, mas sim para fazer valer o cumprimento das ações de combate ao vírus que pede rigorosamente o distanciamento, o uso obrigatório da máscara e do álcool em gel.

“Nessa última noite, 23, estivemos em mais uma operação conjunta com a Guarda Municipal, Sefazgo, Defesa Civil e Polícia Militar. Na ocasião três estabelecimentos foram esvaziados por estarem desobedecendo o último decreto que pede o fechamento às 23h”.

O secretário fala ainda que a rota percorreu a Beira Rio, Nova Imperatriz, Centro, Bacuri, Vila Lobão, Pedro Neiva de Santana, Parque Amazonas, João Castelo, Cafeteira, Ipiranga, Avenida Bernardo Sayão, entre outros.

Importante
Segundo o levantamento da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Governo e Projetos Estratégicos, Segov, a noite de Imperatriz conta com mais de 20 mil estabelecimentos, entre eles bares, restaurantes, casa de eventos e similares. 

O secretário explica ainda que nos bares e restaurantes as pessoas na maioria das vezes não usam máscaras, isso devido na hora do consumo da bebida e comida, o que acaba sendo um ambiente propício para contaminação. 

“Segundo dados da saúde, 70% dos novos contaminados são jovens de 20 a 39 anos de idade. Ou seja, os jovens dessa faixa etária estão se contaminando, fazendo circular mais o vírus, podendo contaminar a sua família e as pessoas do grupo de risco. Por isso pedimos mais uma vez que não relaxem nas medidas de segurança, evitem aglomeração e principalmente pensem uns nos outros, pois a nossa luta é para o bem de todos”, ressalta Eduardo.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...