MENU

20/02/2021 às 00h00min - Atualizada em 20/02/2021 às 00h00min

Educação empreendedora é realidade em mais da metade dos municípios maranhenses

O diretor técnico do Sebrae estadual, Mauro Borralho, ressaltou que o foco das soluções institucionais são os empreendedores do presente e do futuro - Divulgação
O empreendedorismo abre portas e muda a realidade de um território. É pensando nessas premissas e no desenvolvimento do Maranhão que o Sebrae quer ampliar a rede de Educação Empreendedora no estado onde, somente no ano passado, 132 municípios aplicaram soluções da instituição, específicas da área, em escolas da rede pública ou particular de ensino.

O Sebrae Maranhão iniciou 2021 dialogando com gestores públicos e equipes da Secretária de Educação de vários municípios, com objetivo de firmar novas parcerias ou fortalecer as já existentes. O foco são os empreendedores do futuro, crianças e jovens que são o público-alvo das soluções do Programa Nacional do Sebrae de Educação Empreendedora (PNEE). 

“A educação empreendedora é uma missão que muito tem nos alegrado e nos orgulhado nos últimos anos. E esse é um trabalho cujo diferencial está na cooperação e integração. Juntos, Sebrae e municípios fazem a diferença em benefício do empreendedorismo no nosso estado, tanto voltando-se para os empreendedores do presente, quanto do futuro”, destacou na última sexta-feira, 5, o diretor técnico do Sebrae estadual, Mauro Borralho, para uma plateia virtual formada por secretários municipais de Educação e demais atores da área no Maranhão.

O executivo ressaltou, ainda, que a educação empreendedora tem mostrado seus benefícios ao mudar cenários e transformar territórios, favorecendo o desenvolvimento das cidades maranhenses.  Durante pandemia de 2020, por exemplo, houve um salto de 65 para 132 municípios integrados nas soluções do portfólio de Educação Empreendedora do Sebrae. 

“Se foi necessário sair do presencial, para resguardar a saúde da comunidade escolar, não titubeamos em migrar, muitas de nossas ferramentas da educação empreendedora, para o digital. O resultado disso foram mais de 50 mil alunos atendidos e 2.876 professores capacitados somente no ano passado. Pra nós, esses números são significativos, a medida em que abrem os horizontes e expandem a mente das nossas crianças e jovens que irão encarar a sua vida, a partir de então, como protagonistas de um presente que será determinante para o seu futuro e o futuro do seu município”, acrescentou Borralho, revelando que, de 2016 – quando o Sebrae iniciou, efetivamente, um trabalho na área de educação empreendedora, até 2020, foram quase 144 mil alunos atendidos e mais de 7.400 professores maranhenses capacitados.

A gerente de Cultura Empreendedora do Sebrae Maranhão, Raíssa Marins, que destacou na reunião como o Sebrae atua no processo de difundir conteúdos de empreendedorismo nas escolas, prestando monitoramento, capacitação dos professores e material didático para os alunos, ressaltou que as soluções do portfólio do Sebrae abrangem o ensino fundamental (anos iniciais e finais), o médio, o superior e a educação profissional, além de conteúdos digitais e cursos a distância para professores e alunos. 

“São programas e ações que incentivam comportamentos empreendedores e mudança cultural na comunidade escolar, inserindo as famílias nesse processo e voltando-se para um ambiente de geração de oportunidades, negócios, trabalho e renda que irão se refletir na realidade local”, explicou a gerente.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...