MENU

06/02/2021 às 00h00min - Atualizada em 06/02/2021 às 00h00min

A vida como um ato de coragem

Ricardo Coelho
Sêneca, filósofo e escritor romano, disse certa vez que “viver é um ato de coragem”. Sendo um dos mais importantes representantes do estoicismo, Sêneca se destacou por sua sabedoria e simplicidade. Por que viver pode ser um ato de coragem?

É importante destacar que a coragem é uma das 4 virtudes da filosofia estoica, somada à justiça, autocontrole e sabedoria. Os embates do cotidiano, as crises existenciais, a presença do nada, a própria angústia, a que nós somos submetidos, testa a nossa coragem, nossa capacidade de enfrentamento da realidade.

Mas a coragem aqui não está relacionada com valentia, com aquele que com sua força física consegue domar um leão. Não, não se trata disso. Para dizer a verdade, na acepção latina, o termo está relacionado com a palavra cor, de onde surge uma outra muito conhecida por nós: coração. É isso mesmo. O corajoso é aquele que vive com o coração. Na poesia este órgão representa o centro das emoções. E aí reside o verdadeiro sentido da palavra coragem. 

A vida como um ato de coragem é ter sob seu domínio as emoções, porque estas estão dentro do contexto das coisas que se pode controlar. Mas isso nunca pode ser fácil. O peso das responsabilidades da vida moderna, o sofrimento, em suas múltiplas facetas, o desespero, o corona, tão comum entre nós, nos empurram para uma vida de não coragem.

Mas nunca é tarde para recorrer aos ensinos daqueles que, sinceramente, pensaram mais do que “nós”. O importante, como disse Epicteto, não é o que acontece com você, mas como você reage frente ao que acontece com você. O que pode acontecer conosco, não temos o mínimo controle. Mas e as emoções? Essas, podemos ter algum controle. A vida como um ato de coragem é reconhecer aquilo que está sob o nosso controle ou não.

Como disse Marco Aurélio, imperador romano, a felicidade da sua vida depende da qualidade de seus pensamentos. Pensamentos bons, vida boa; pensamentos maus, vida ruim. Fazer isso significa viver com coragem. Não perder tempo querendo saber como seria uma pessoa boa, mas sendo uma pessoa boa, afirma o mesmo imperador. Mas isso depende de coragem. Porque a coragem depende daquilo que podemos controlar e escolher. Escolha não ser atingido e você não será atingido, conclui o imperador filósofo. Isso é a verdadeira coragem, a de decidir sobre aquilo podemos. como disse Guimarães Rosa: “a vida quer da gente é coragem”.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...