MENU

06/02/2021 às 00h00min - Atualizada em 06/02/2021 às 00h00min

​NEM TUDO É TÃO RUIM

Um fato quase real

Elson Araújo
O cara era a superstição em pessoa. Só levantava e saía de casa se fosse com o pé direito. Passar por debaixo de escada, só se fosse amarrado.

Um dia, bem cedo, ao se dirigir até a padaria cruzou com um gato preto. O dia acabou bem ali. Voltou para casa, se enrolou no lençol, trancou a porta do quarto e só saiu na manhã seguinte.

O mecânico Pedro Retentor era a superstição em pessoa. Para se “defender” , além de sair de casa só com o pé direito  gastava, antes, uns 30 minutos fazendo rituais de proteção. Só depois ia para o trabalho. Na sexta, por exemplo, vestia-se inteiramente de branco.

Naquele dia, Retentor trabalharia numa dessas caminhonetes robustas de fazenda. O carro não pegava de jeito nenhum e o dono estava agoniado para voltar para a roça.

O veículo, ainda como resultado da viagem anterior, estava coberto por lama.  Galhos na carroceria e enganchados nos pneus sujos de bosta de vaca completavam o cenário.  O para-brisas também estava muito sujo.  O lavador ia ter muito trabalho para limpá-lo.

Como é comum nesses casos, o dono do carro deu uma pista para Pedro sobre o possível problema. Ato contínuo ele abriu logo o capô. O susto foi grande demais! Saltou uns três metros para trás, tropeçou, caiu e já se levantou já com um baita de um facão na mão.

Uma cascavel estava acomodada no motor da caminhonete e ao se sentir incomodada deu o bote que quase atingiu Pedro Retentor.

O mecânico partiu para cima da peçonhenta com o facão, mas foi impedido por um estudante que chamou o povo do meio ambiente. O animal, capturado, foi solto depois no seu habitat.

O coitado do Pedro Retentor ficou encabulado demais.

- Será que fiz algo errado?

- Qual o significado do ataque daquela cobra? Ficou o resto do dia pensativo.

De repente o mecânico lembrou que no meio da semana tinha sonhado muito com o número nove, e nove era o número da cobra no jogo do bicho. Pronto, tinha identificado a ocorrência.

Naquele dia Pedro voltou para casa feliz, contente e satisfeito. Ganhou uma bolada naquele famoso jogo ao apostar, metade do que ganhava na cobra.

“O equilíbrio é a inicial de todas as conquistas” (E.A)
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...