MENU

16/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 16/01/2021 às 00h00min

Suspeito de colocar explosivos no corpo de bancário durante ‘sapatinho’ é preso no Piauí

Outros dois quadrilheiros envolvidos na ação criminosa morreram em confronto com a polícia, na zona rural de Caxias

Haidê Rocha
‘Irmão’ se encontra no sistema prisional do Maranhão - Foto: Divulgação/PC-MA
Policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) cumpriram mandado de prisão temporária contra um suspeito identificado apenas pela alcunha de ‘Irmão’, que é suspeito de ter participado do sequestro de um funcionário do Banco do Brasil, na cidade de Codó, em novembro de 2020. A prisão aconteceu na manhã desta sexta-feira (15), em Teresina-PI.

Os mandados de prisão foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Codó, em desfavor de ‘Irmão’ e de outro suspeito de ter participado da ação criminosa. Na ocasião do sequestro, em uma ação criminosa de assalto a banco, conhecida por ‘sapatinho’, os bandidos, por meio de ‘Irmão’, colocaram explosivos no corpo do funcionário do banco. ‘Irmão’ seria entendido no assunto de explosivos. Outros dois suspeitos de participação no crime morreram em confronto com a polícia, na zona rural de Caxias (MA).

Outros envolvidos, cerca de três assaltantes, já foram presos e estão respondendo por assalto a instituições financeiras, roubo qualificado mediante sequestro. Na ocasião, não foi informado a quantia em dinheiro roubado pelos bandidos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...