MENU

12/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 12/01/2021 às 00h00min

Acidentes matam cinco pessoas na região de Açailândia

Entre as vítimas, está um policial militar que servia na cidade de Vitorino Freire

Dema de Oliveira
Veículo Duster Orochi ficou completamente destruído - Foto: Divulgação/PRF
Dois acidentes ocorridos na BR-222, no município de Açailândia, no último sábado (9), deixou o saldo de cinco pessoas fatalizadas e três feridas, que ainda se encontram internadas, porque ainda correm risco de morte.

A primeira ocorrência aconteceu por volta das 14h15 no km 672 da BR-222, no perímetro urbano da cidade de Açailândia, onde um Fiat Siena, de cor prata, colidiu com uma carreta Volvo. Devido ao choque, as duas ocupantes do automóvel ficaram gravemente feridas e presas às ferragens. Elas foram retiradas por uma equipe do Corpo de Bombeiros e levadas por populares para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Açailândia, que fica praticamente em frente onde aconteceu o acidente. A condutora sofreu ferimentos na cabeça e fratura nas pernas. No início da noite, informações davam conta do falecimento da mesma, que não resistiu aos ferimentos, principalmente na cabeça.

O depoimento de profissionais que participaram da ocorrência e de alguns populares davam conta que as duas ocupantes estariam vindo de um banho. Os levantamentos da equipe PRF apontam que a condutora pode ter dormido ao volante, e isto levou o veículo para a contramão na direção à carreta.

Duas horas depois, no km 624 da BR-222, ainda no município de Açailândia, sentido Bom Jesus das Selvas, uma picape Renault/ Duster Orochi, de cor verde, capotou e provocou a morte de quatro pessoas e deixou mais duas ocupantes feridas. O capotamento aconteceu por volta das 16h20, próximo à localidade Reta, na BR-222, logo após a Unidade da PRF de Açailândia, localizada no Distrito Industrial de Pequiá. O veículo, que era conduzido pelo policial militar, teria estourado um dos pneus traseiros, o que teria provocado a perda de controle do veículo, que saiu da pista e capotou várias vezes. 

Os ocupantes da Dester Orochi se dirigiam de Santa Luzia do Tide para o município de Governador Edison Lobão. Próximo ao povoado Reta, uma carreta teria entrado um pouco na contramão e colidido lateralmente na picape Orochi, que perdeu o controle e capotou. 

Outras três pessoas também morreram no acidente. O policial militar, nascido em 16.07.1985, é natural de Vitorino Freire. Ele ingressou na PM no dia 23 de dezembro de 2015. Também morreram uma senhora de 42 anos, natural de Santa Luzia do Tide; uma pré adolescente, de 12 anos, natural de Imperatriz; e uma passageira, sem idade e sem naturalidade identificada. Duas pessoas sobreviveram, uma de 11 anos e outra de 35, uma menina e uma mulher estão internadas em um hospital de Açailândia.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...