MENU

09/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 09/01/2021 às 00h00min

Homem usava auxílio emergencial para manter boca de fumo em Araguaína, diz Denarc

Além dele, uma mulher e outro homem também foram presos

Fonte: Denac
Dinheiro e drogas apreendidos pela Denarc - Foto: 2ª Denarc - Araguaína
Um homem que utilizava o dinheiro do auxílio emergencial para comprar drogas e financiar o tráfico que praticava na própria casa foi preso em Araguaína nesta quinta-feira (7).

Além dele, outro homem e uma mulher também foram presos durante a ação realizada pela 2ª Divisão Especializada na Repressão a Narcóticos (2ª Denarc). Os suspeitos têm 30, 34 e 35 anos.

“O que mais chama atenção nesse caso é que um dos investigados estava recebendo o dinheiro do auxílio emergencial do Governo Federal e pegava esse valor para comprar drogas e revender para auferir seus lucros, aumentando consideravelmente sua capacidade de compra e venda de drogas”, ressaltou o delegado Breno Eduardo Campos Alves.

Investigações - De acordo com a autoridade policial, a ação desencadeada nesta quinta-feira teve início há algumas semanas, quando as equipes passaram a monitorar o imóvel, localizado no setor Esplanada, devido a informações de que o local estaria sendo utilizado como ponto de venda de substâncias entorpecentes.

Com base nas investigações, os policiais intensificaram o monitoramento e flagraram um intenso fluxo de usuários entrando e saindo do local no intuito de adquirir drogas.

Apreensões - Os policiais civis foram novamente ao local na tarde desta quinta-feira e apreenderam dezenas de pedras de crack, já prontas para a venda, pedra bruta da mesma droga que ainda seria fracionada para a venda, além de porções de maconha, bem como certa quantia em dinheiro.

“De acordo com as investigações da Denarc, o local onde funcionava o ponto de venda era também a residência do casal preso e funcionava de forma ininterrupta com uma grande movimentação de usuários”, disse o delegado Breno.

Diante dos fatos, o casal de 34 e 35 anos de idade, bem como outro suspeito de 30 anos que ajudava na comercialização da droga, foram conduzidos à Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína, e autuados pela prática do crime de tráfico de drogas.

Os dois homens foram recolhidos na Unidade Penal de Araguaína e a mulher, encaminhada para a Unidade Penal Feminina de Babaçulândia.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...