MENU

07/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 07/01/2021 às 00h00min

Empresários prometem apoio ao Imperatriz, mas querem prestação de contas

Esse é o mal que existe em alguns casos no Imperatriz, a falta de prestação de contas do investimento feito

Dema de Oliveira
Adauto Carvalho renunciou e ainda não prestou conta dos últimos dois anos - Foto: Dema de Oliveira/O PROGRESSO
Vários empresários da cidade que gostam de futebol, e principalmente do Imperatriz, estão usando as redes sociais para falar sobre a situação caótica que foi deixada pela diretoria anterior. Entre elas, a mais contundente, a dívida de R$ 250 mil, que já foi denunciada à FIFA e que tem de ser paga o mais urgente possível, sob pena do clube não ter condições de disputar nada em 2021 e ser extinto. 

Todos os empresários que já se manifestaram nas redes sociais, dizem que podem ajudar, mas querem prestação de contas. Realmente todos eles estão cheios de razão, porque prestação de contas no Imperatriz é coisa que dificilmente acontece. Agora, por exemplo, a diretoria anterior simplesmente renunciou e até agora não prestou conta de nada. E olhe que rolou muita grana, tendo em vista que o Imperatriz participou da Copa do Brasil, Copa do Nordeste, que gerou receitas, além de cotas recebidas de outras fontes. Lógico que tiveram despesas e se foram maiores do que a receita, que prestem contas, e mostrem a realidade da coisa. O presidente que saiu disse que colocou dinheiro dele no clube, e isso é possível acontecer, ninguém contesta essa possibilidade, mas que preste contas. Falta de prestação de contas – com raras exceções – no Imperatriz, é fato. O empresariado e, logicamente, o poder público, querem ajudar, mas exigem a prestação de contas, para que saibam onde está indo o dinheiro deles.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...