MENU

05/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 05/01/2021 às 00h00min

Combate a Covid-19 em 2020 teve ações permanentes da Prefeitura

“Conter o avanço do novo coronavírus foi desafiador”, afirma secretária de saúde

Kalyne Cunha - Ascom
Hospital Municipal de Campanha e ambulatórios estão entre as principais ações no combate ao novo Coronavírus - Foto: Edmara Silva
Com a pandemia do novo Coronavírus e após a confirmação do primeiro caso da doença na cidade, a Secretaria Municipal de Saúde, Semus, desenvolveu ações estabelecidas por meio do Comitê Gestor Municipal, com objetivo de evitar a contaminação da Covid-19. Em 27 de abril de 2020, por meio do decreto de nº 46, em caráter de emergência pública, Prefeitura abriu crédito extraordinário no valor de R$ 8.585.052,00 (oito bilhões e quinhentos e oitenta e cinco mil e cinquenta e dois reais) para ações de prevenção e combate da doença.

Para a secretária de Saúde, Mariana Jales, “Conter o avanço do novo coronavírus foi desafiador. Criamos o decreto com objetivo de evitar aglomerações e com isso diminuir a propagação do vírus. A gestão do prefeito Assis Ramos não mediu esforços e lutamos contra o tempo! Capacitamos profissionais, distribuímos EPI’s, criamos um Núcleo de Enfrentamento da Covid-19, construímos o primeiro Hospital Municipal de Campanha do Maranhão e disponibilizamos atendimento exclusivo na UPA São José e em Unidades Básicas de Saúde da zona urbana e rural”, relata.

Retrospectiva
Profissionais do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, (Socorrão), Hospital Municipal Infantil de Imperatriz, HMII, (Socorrinho), Atenção Básica, Vigilância Sanitária, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu),Saúde Mental do Município receberam treinamento, no início de março, sobre a rede de assistência, fluxograma de atendimento, manejo clínico e ações de biossegurança. Objetivo foi  capacitar este público, para atuar no enfrentamento do vírus.

Criação da equipe de recebimento, conferência e distribuição dos Equipamentos de Proteção Individual, EPI’s, na Secretaria Municipal de Saúde, para a paramentação dos profissionais que atuam na linha de frente de combate à Covid-19.

Implantação do Centro de Testagem para servidores suspeitos e sintomáticos e os que estão na linha de frente da Secretaria Municipal de Saúde e da Segurança Pública no Centro Médico Municipal de Imperatriz.

Criação do Núcleo de Enfrentamento da Covid-19 (NE-COVID) da Divisão de Vigilância em Saúde, em 24 de março, responsável pelo monitoramento dos casos notificados, por todas as unidades da esfera pública e privada. Números incluem hospitais, Unidades de Pronto Atendimento, laboratórios e farmácias autorizadas pela Anvisa para realizar testes.

Enquanto a população assistia pelos noticiários os números da Covid-19, a gestão do prefeito Assis Ramos travou uma corrida contra o tempo e inaugurou o primeiro Hospital Municipal de Campanha Covid-19, do Maranhão.  Construído em menos de um mês, unidade conta com 49 leitos de enfermaria e 10 leitos de Unidades de Terapia Intensiva, UTI.

Inicialmente, os fluxos de atendimento a pacientes suspeitos de Covid-19 eram encaminhados às Unidades Básicas de Saúde, UBS’S, para casos leves e suspeitos da doença. Pacientes com sintomas moderados e graves eram encaminhados à UPA do São José. Casos confirmados da doença eram regulados e encaminhados ao Hospital de Campanha.

Ainda no mês de março, Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, (Socorrão) e Hospital Municipal Infantil de Imperatriz, HMII, (Socorrinho) reforçaram medidas de prevenção com desinfecção estratégica. Medida é realizada periodicamente e abrange corredores, rampas e elevador, parede e teto do entorno e do interior dos hospitais.

Para enfrentamento da pandemia também foi realizada convocação de 40 médicos de 118 especialidades, no dia 20 de março, que atuaram principalmente na prevenção do vírus. Profissionais haviam sido aprovados no último concurso, realizado em dezembro de 2019. A posse que só ocorreria em abril foi antecipada.

Após reforma realizada em abril, leitos das enfermarias do Posto 2, do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, foram destinados exclusivamente ao atendimento e tratamento da Covid -19, com a instalação de 7 leitos de isolamento, para pacientes infectados pela doença. Ambientes foram adaptados de acordo com as condições sanitárias indicadas pelo Ministério da Saúde.

Com objetivo de atender e tratar pacientes de forma precoce, Prefeitura em uma ação conjunta com a Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), Governo do Estado, Exército e estabelecimentos de saúde da rede privada instalaram, em 18 de maio, o Centro Ambulatorial para pacientes suspeitos de Covid-19, no Centro de Convenções.

Após o encerramento das atividades no Centro Ambulatorial, Prefeitura transformou  as Unidades Básicas de Saúde Maria Aragão, Milton Lopes, Vila Lobão e Cafeteira, em ambulatórios exclusivos para Covid-19, que passaram a funcionar com horário estendido, das 8 às 20h, de segunda à sexta-feira. As unidades forneciam aplicação de testes rápidos, de acordo com a janela imunológica de cada paciente e a medicação de acordo com o protocolo. Em quatro semanas, as unidades somaram mais de 3 mil atendimentos e de acordo com critérios médicos foram realizados 1.185 (um mil e cento e oitenta e cinco) testes rápidos.

Ações de combate da  Covid-19 também foram descentralizadas para a zona rural, em 13 de julho, com objetivo de aprimorar medidas na área da saúde em pontos mais afastados da cidade. As Unidades Básicas  Coquelândia e Vila Conceição I receberam o protocolo de medicamentos e testes rápidos para o combate da doença. Iniciativa teve objetivo de assistir também  povoados vizinhos como Petrolina, Olho D’água, Vila Conceição II e adjacências.

Após a redução do número de casos de Covid-19 e da procura da população por atendimento, Unidades Básicas de Saúde retomaram com os serviços ofertados pela Atenção Básica, ficando com atendimento exclusivo para pacientes com suspeita e casos leve da doença, a UBS Milton Lopes e Cafeteira.  

Com o aquecimento da procura da população com sintomas gripal, em 31 de agosto foi implantado o Centro de Atendimento Covid-19 no Bairro Vila Nova, com objetivo de descentralizar os serviços para pacientes com suspeita e casos leves.
Após doação de 500 testes rápidos pela empresa de Logística Multimodal Brado, Prefeitura mobilizou  testagem de demanda espontânea da população, no dia 7 de outubro.

Onde procurar por atendimento
Ações de combate a Covid-19 seguem por todas as esferas municipais, na área da saúde pacientes com sintomas leves e suspeitos da doença devem procurar atendimento na Unidade Básica de Saúde Milton Lopes ou Centro de Atendimento Covid-19, ao lado da UBS Vila Nova, de segunda à sexta-feira. Casos moderados e graves, UPA São José que funciona 24h, todos os dias da semana. Hospital Municipal de Campanha também continua ofertando serviços.
Todas as ações da Secretaria Municipal de Saúde podem ser vistas no portal da transparência da Prefeitura: http://sti .imperatriz. ma. gov. br/corona/home/.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...