MENU

05/12/2020 às 00h00min - Atualizada em 05/12/2020 às 00h00min

AGORA O COVID VOTA

Phelippe Duarte
As eleições acabaram, mas as aglomerações que foram marcas cicatrizantes no coração do país, estão mostrando a sua cara agora. Nunca tive tanta certeza em minha vida como hoje, que o país é comandado por pessoas que agem de acordo com seus desejos próprios por mais nefastos que eles sejam. O escarnio que sinto é maior do que qualquer aglomeração política vista este ano de 2020. As ações políticas foram na contramão de todos os protocolos de saúde. Após as campanhas, ficou claro o egocentrismo dos candidatos. Que morram todos, queremos votos! Porém, não se viu nenhuma manifestação contra a onda de povão que os políticos reuniram em todos os cantos do país. Nada. Não se viu associação, líder de bairro, ninguém fazendo protestos, pintando a cara, brigando contra a maledicência política... mais invisíveis que o Covid. Covid este que agora está votando e de repente depois das eleições, voltando. Sobre este tema, Rui Porão buscou do fundo do porão, palavras no mínimo instigantes:

Tem coisas em Imperatriz que igual velório de anão, todo mundo sabe que existe, mas ninguém vê. Passamos agora 4 anos de uma administração que teve várias denúncias, acabamos de sair de uma eleição, também com várias denúncias e onde é que tava o Comitê da Cidadania?

A gente só houve falar desse comitê, quando é pra impedir que os trabalhadores do terceiro turno, trabalhem, como se eles não precisassem desses empregos pra sustentarem suas famílias.

Imperatriz é a segunda maior cidade do estado, essa limitação no horário de funcionamento até as 2h, tem que acabar. O Comitê da Cidadania deveria era fiscalizar para esses que trabalhadores tivessem garantidos os seus direitos trabalhistas!!!

Rui está correto. O comitê da cidadania estava de férias nas eleições ou querem somente culpar quem vive da renda noturna, quem sai de casa no final do dia, e volta pela manhã com a diária garantida para comprar o feijão. Querem agora, fazer o politicamente correto de acordo com suas vontades, assim como os políticos de 2020 fizeram. A democracia não nasceu em um circo. As queixas do comitê da cidadania devem ser contra os abusos de poder, e não contra quem trabalha. Por que não apareceram no meio das carreatas? Estavam off? Ou então poderiam mudar de nome, para CCTN – Comitê Contra os Trabalhadores da Noite. Seria mais justo pelas causas que labutam, não é nem que lutam. Quem luta é quem precisa de emprego, e não meio mundo de gente que não tem com o que se preocupar, a não ser com o próprio umbigo. Enquanto o Covid saia as ruas para pedir voto, gritar nome de político, e disparar, o Comitê fazia bolo de fubá para tomar com chazinho as 17 h.  Portanto CCTN, vá procurar algo de útil para brigar. Se os casos aumentam no país e em alguns estados e cidades, foi justamente pela irresponsabilidade de quem comanda nosso Brasil. Até João Doria que se autoproclama o rei da vacina, sumiu. Todos APROVEITADORES, todos OPORTUNISTAS. O verdadeiro vírus, usa terno e gravata, e chama-se a si mesmo, de político. E já infectou, o Comitê da Cidadania.
 Phelippe Duarte  é administrador e publicitário
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...