MENU

27/11/2020 às 00h00min - Atualizada em 27/11/2020 às 00h00min

Educadores físicos do Município de Araguaína fazem aulas especiais durante pandemia

As atividades vão desde exercícios de ginástica até aulas de karatê, mantendo o distanciamento entre as crianças e o compartilhamento de objetos

Ascom/PMA
As atividades especiais tem o objetivo de desenvolver a capacidade motora e trabalhar as competências socioemocionais, sem colocar em risco a saúde das crianças - Foto: Divulgação
Após o retorno das as atividades presenciais na Rede Municipal de Ensino, a Secretaria da Educação de Araguaína readequou não apenas as atividades dentro de sala de aula, com o distanciamento de 1,5 m entre as carteiras e uso obrigatório de máscaras para alunos e funcionários. Com o objetivo de manter também as aulas de educação física nas escolas, foram elaboradas atividades especiais para desenvolver a capacidade motora e trabalhar as competências socioemocionais, sem colocar em risco a saúde das crianças.

Na Escola Municipal Joaquim Carlos Sabino dos Santos, que fica no setor Lago Azul 4 e atende 1.118 alunos entre 6 e 12 anos de idade, as atividades vão desde ginástica até aulas de karatê. Os alunos participam das aulas de educação física na quadra da escola, mantendo o distanciamento e a utilização de álcool 70% para a higiene das mãos.

“A solução que nós encontramos foi propor atividades que possam ser executadas sem o contato entre as crianças ou compartilhamento de objetos, como a bola. Aulas de ginástica, karatê e as práticas de alongamento fazem com que os estudantes se mantenham ativos, melhoram a capacidade cardiorrespiratória, sem que haja risco de qualquer contato ou possível contaminação por covid-19”, explicou a professora de Educação Física, Geovana Ferreira.

Em todas as escolas da Rede Municipal de Ensino, as turmas continuam sendo divididas em dois grupos, garantindo o cumprimento das medidas de distanciamento, onde cada grupo participa das aulas presenciais em semanas intercaladas, que são complementadas com atividades não presenciais na semana seguinte, utilizando uma apostila.

Para a estudante do 5º ano, Karen Pereira da Silva, as aulas estão sendo muito divertidas e ajudam no desempenho também dentro de sala de aula. “Antes do retorno das aulas eu estava sentindo muita falta da escola, é bom poder estudar e ver meus amigos. Aqui nas aulas de educação física nós sempre usamos máscaras e ficamos distantes um dos outros para não ter contato, então eu me sinto segura”, conta a estudante de 11 anos.

Atividades em casa
Todo o processo de retomada das atividades presenciais nas escolas públicas municipais tem seguido um plano elaborado para garantir a segurança de alunos e funcionários. Além do distanciamento entre as carteiras e o uso obrigatório de máscaras, as escolas também seguem sem horário de recreio e com a desinfecção do transporte escolar antes e após cada embarque de alunos. Para as aulas de educação física o protocolo inclui a proibição do uso de celulares e hidratação dos estudantes com garrafas de uso individual.

Já na semana em que os estudantes estão realizando as atividades em casa, os pais ou responsáveis são instruídos pelos professores para que possam acompanhar o plano de aula das crianças. “Os professores de educação física, além de ministrar as atividades na escola, também gravam vídeos que são enviados aos pais, explicando como devem ser executados os exercícios. Assim, mesmo durante a semana não-presencial, podemos manter tudo o que foi planejado para o ano letivo”, diz a diretora de atividades complementares, Jacyene Duarte.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...