MENU

24/11/2020 às 00h00min - Atualizada em 24/11/2020 às 00h00min

O “modus operandi” de Mariana Carvalho, a surpresa do pleito

De fácil aceitação, seu nome permanece em processo de crescimento

Raimundo Primeiro
Mariana Carvalho - Foto: Divulgação

O resultado das urnas confirmou Mariana Carvalho como uma das grandes surpresas das eleições 2020 em Imperatriz. Única mulher a disputar a aPrefeitura da segunda maior cidade do Maranhão no pleito de 15 de novembro (domingo), ela mostrou ter futuro promissor na política maranhense, ao deixar para trás nomes consagrados, lideranças do setor.

Ao obter 10.009 votos, ficando com 7,61% da votação, Mariana Carvalho conseguiu fazer com que o seu nome alcançasse dimensão, mostrando-se em um cenário efetivamente positivo, tanto em âmbito local quanto estadual.

Ou seja: com os resultados das urnas de dois domingos atrás, a jovem mulher imperatrizense consolidou-se como uma das personagens em ascensão no cenário político, mostrando diversos caminhos. O primeiro deles, por exemplo, a disputa ao cargo de deputada estadual, já no próximo pleito, daqui a dois anos.

Mariana Carvalho, além de se apresentar como revelação, superou nomes de pesos, os chamados “caciques” da política da Terra do Frei.

Obviamente, Mariana Carvalho, para alcançar tal posição, teve de ir à luta. Primeira – e acertada providência – preparar-se, buscar conhecimento, isto é, estudar, sobretudo, assuntos inerentes ao campo político, que, como pode ser facilmente constatado, corre fortemente em suas veias.

De fácil aceitação, seu nome permanece em processo de crescimento. Suas palavras, a mensagem que Mariana Carvalho passa, são facilmente assimiladas. Outro detalhe importante: a população acredita no que ela diz. Foi assim nos encontros, nas ruas e na zona rural; nos debates, nas sabatinas e, claro, durante o horário eleitoral gratuito (propaganda), no rádio e na televisão.

Performances surpreendentes, deixando muitos boquiabertos. E, pode acreditar: temerosos. Sim! Pois as reações eram diversas (usando os mais escusos meios). Não é incorrer em erro, entretanto, afirmar que, muitas das vezes, a atuação e, notadamente, o crescimento do nome de Mariana Carvalho na “corrida” em direção ao Palácio Renato Moreira, incomodou seus adversários.

Enquanto alguns criticavam, retiravam seus cartazes, por exemplo, do seu jeito, atuando firme e eticamente, Mariana Carvalho trabalhava. Seu nome crescia. As propostas para um eventual governo chamaram a atenção da voz rouca que vinha das ruas. A postulante ao cargo de prefeita de Imperatriz agia cônscia e acertadamente, sabendo, inclusive, escolher o seu candidato a vice-prefeito, o experiente engenheiro civil Gláucio Serafim Júnior, técnico, conhecedor dos assuntos relacionados a um dos problemas que mais afligem a cidade: a infraestrutura, carente de uma série e urgentes ações!

O “modus operandi” de Mariana Carvalho fez movimentar a Direção Nacional do partido ao qual ela é filiada, o PSC. Resultado: o deputado federal Aluísio Mendes, com reconhecida expressão no cenário político nacional, participou de sua grande caminhada pela região central de Imperatriz, na reta final da campanha eleitoral, ratificando a força e a determinação da jovem mulher. Sem dúvida, desta forma, a candidata permanecia crescendo, entre os vários segmentos da sociedade. As pessoas cumprimentavam, acenavam, movimentando a avenida Getúlio Vargas, principal via da área comercial da cidade, naquela tarde/noite de sexta-feira.

Mariana Carvalho surpreendia. Era novidade por diversos aspectos, trazendo à tona, porém, a sua persistência e a inabalável confiança a ressonância que as suas propostas conseguiam, conquistando cada vez mais a confiança da população. As reações dos adversários eram eivadas de objetivos que não condiziam com a sua forma de atuação.

Mariana Carvalho atuava justamente na contramão. Sua reação era oposta. Erguia a cabeça, reunia sua equipe, sua militância e, realimentada dos melhores propósitos, partia em direção aos encontros, em locais fechados e/ou nas ruas. Assim como acontecia na Grécia Antiga, queria, publicamente, a prefeiturável falar com a população, conhecer suas prementes necessidades e, desta forma, saber como poderia solucioná-los, a partir do início de seu governo, ou seja, no exercício do cargo de prefeita de Imperatriz.

Mariana Carvalho, atuou acertadamente. Decidiu sair da sua “zona de conforto” e, parafraseando a cantora brasileira Elza Soares: “a gente é criada para ser assim, mas temos que mudar. Precisamos ser criadas para a liberdade. O mundo é grande demais para não sermos quem a gente é”.

Nas ruas, durante os dias que antecederam e, agora, após as eleições, tenho ouvido: Mariana Carvalho pode continuar, pois ela tem futuro na política. “Vai ser a nossa próxima deputada estadual”, dizem algumas pessoas. O povão é o reflexo da sociedade. Portanto, a sua voz confirma o destino a ser traçado por ela, a partir de agora. A meta é continuar, não arrefecer, permanecer motivada, animada, projetando os próximos passos da caminhada.
Mariana Carvalho se preparou. Fez parte do “RenovaBR” (“Renova Brasil”), a maior escola de formação política do Brasil. “Que continuemos a nos omitir da política é tudo o que os malfeitores da vida pública mais querem”, já dizia Bertold Brecht.

Fecho o artigo com a frase do filósofo Platão: “o preço a pagar pela tua não participação na política é seres governado por quem é inferior”.

Continue, Mariana Carvalho, pois, no pleito de 2020, em Imperatriz, você foi uma das vitoriosas, tendo em vista ter conseguido acrescentar mais uma página no “Livro da Política”, que escreve em níveis local e estadual. O Palácio Manuel Bechman, sede da Assembleia Legislativa do Maranhão, espera vê-la em atuação, constituindo o próximo quadro de deputados estaduais.   

Parabéns!
  Raimundo Primeiro   é jornalista e pesquisador
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...