MENU

OPROGRESSONET Publicidade 1200x90
OPROGRESSONET Publicidade 728x90
23/01/2023 às 18h56min - Atualizada em 23/01/2023 às 18h56min

Cultura clama por apoio na Região Tocantina

Ativistas culturais fizeram reivindicações em reunião coordenada pela SEERT

Domingos Cezar
O secretário com os ativistas culturais da região - Foto: Diego Porto
 
Sob a coordenação da Secretaria de Estado Extraordinária da Região Tocantina – SEERT, ativistas culturais de municípios desta região se reuniram com o secretário Paulo Sérgio Macedo, quando apresentaram uma pauta de reivindicações que serão encaminhadas ao governador Carlos Brandão.

Diretores de blocos carnavalescos, quadrilhas juninas e de outras manifestações culturais foram unânimes em afirmar o distanciamento de seus municípios com a Secretaria de Estado de Cultura – SECULT. Também foi debatido o acesso aos recursos patrocinados pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

O secretário de Cultura de Açailândia, Xico Cruz afirmou que seu município, mesmo possuindo pelo menos três grandes quadrilhas juninas, que já foram campeãs do Arraiá da Mira, elas não recebem recursos para compra de suas fantasias. “Cada brincante tem que bancar a roupa designada pela direção da quadrilha”, disse.

Da mesma forma se reportou Domingos Martins, secretário de Cultura de Governador Edison Lobão. “Se na campanha eleitoral apoiamos o governo do estado, queremos a contrapartida que é seu apoio à cultura”, alegou Elandias Sousa, presidente da Federação dos Grupos Juninos do Maranhão. 

Tanto o superintendente regional de Articulação Política, Deir Vieira, quanto a superintendente regional de Cultura, Lília Diniz, sugeriram que os fazedores de cultura presentes elevem seus movimentos artísticos e elaborem um calendário cultural de seus respectivos municípios e encaminhe à Secretaria de Estado de Cultura.

Após ouvir os reclames, o secretário Paulo Sérgio explicou às pessoas presentes, que ex-governador Flávio Dino criou a SEERT com a finalidade de ser porta voz do governo nas reivindicações do povo dos mu8nicípios da região tocantina. “Vamos agora construir uma agenda que levarei ao secretário de Cultura ou ao próprio governador”, garantiu Macedo.

Presenças – Participaram ainda do encontro representando suas entidades as seguintes pessoas: Trajano Neto (Academia (Imperatrizense de Letras), Clarícia Dallo (Associação Cultural Casa das Artes), Eliezer dos Santos Fernandes (Conselho Estadual de Cultura), Ariston di França (ASSARTI), Adilson da Silva Alves (Companhia Sotaque de Imperatriz).

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90