MENU

OPROGRESSONET Publicidade 1200x90
OPROGRESSONET Publicidade 728x90
23/01/2023 às 09h58min - Atualizada em 23/01/2023 às 09h58min

Calor e chuva marcam a semana no país

Segundo Inmet, áreas do Sudeste e Centro-Oeste podem superar os 100 mm de volume de precipitação. Sul e a costa do Nordeste têm clima estável e aberto

Álvaro Couto
Brasil 61
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

  
Alta umidade e calor intenso são esperados no País para a próxima semana. Com isso, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica que grandes volumes de chuva devem atingir boa parte do Brasil, podendo superar 100 mm, principalmente em áreas das regiões Sudeste e Centro-Oeste. Já no Sul do país, costa leste do Nordeste e também em Roraima, os acumulados devem se manter inferiores a 30 mm.

Essa previsão não é nada empolgante para quem espera curtir um dia ensolarado de verão, e a meteorologista Dayse Moraes explica o porquê. “A estação de verão é com pancadas de chuva. Ao contrário do inverno, que a gente espera mais chuva, mas não, pelo menos é a estação de verão a gente tem essas instabilidades que se formam por conta do calor e da alta umidade, e que se formam também no período da tarde”, comenta cientista.

No entanto, nem toda esperança está perdida. “Não se descarta que, em algumas regiões, possa abrir o sol e também amanhecer com um sol de manhã e, no período da tarde, acontecer essas chuvas mais pontuais e fortes em alguns lugares”, frisa a especialista.

Norte

No Norte do Brasil, são previstos acumulados maiores que 50 mm em praticamente toda a região, com exceção de Roraima, onde os volumes devem ser inferiores a 20 mm.

Nordeste

No Nordeste, por sua vez, as chuvas volumosas devem se concentrar em áreas do Maranhão, Piauí e, também, no oeste da Bahia, com possibilidade de acumulados superiores a 50 mm. No entanto, nas demais localidades, a chuva não deve passar de 30 mm.

Centro-Oeste

Já na Região Centro-Oeste, a previsão é de grandes volumes (maiores que 50 mm) em grande parte da região, podendo ultrapassar 90 mm no leste do Mato Grosso do Sul e sul de Goiás.

Sudeste

Da mesma forma, no Sudeste, os acumulados mais expressivos devem atingir grande parte de São Paulo, centro-sul de Minas Gerais, Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo, com valores superiores a 90 mm. Já no norte de Minas Gerais, a chuva não deve ultrapassar os 50 mm.

Sul

Por fim, na Região Sul, são previstos baixos acumulados de chuva, em torno de 30 mm, no Paraná e Santa Catarina, podendo ultrapassar 50 mm em áreas do norte da região. No Rio Grande do Sul, a chuva deve ser menor que 20 mm.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90