MENU

11/12/2022 às 02h07min - Atualizada em 11/12/2022 às 02h07min

Capitão da Seleção Brasileira, Thiago Silva lamenta eliminação na Copa do Mundo

Após empate em 1 a 1 na prorrogação, Brasil foi derrotado nos pênaltis pela atual vice-campeã mundial.

Imprensa/CBF
Brasil x Croácia pelas quartas de final da Copa do Mundo Catar 2022. Thiago Silva - Créditos: Lucas Figueiredo/CBF


Nesta sexta-feira (09), o Brasil deu adeus ao sonho do hexacampeonato na Copa do Mundo. Nas cobranças de pênalti, a Seleção Brasileira foi eliminada pela Croácia nas quartas de final. Após a eliminação, o capitão da Seleção Brasileira, Thiago Silva, lamentou a derrota para os atuais vice-campeões mundiais. 

"É difícil, mas por mais que tenha tristeza a vida precisa seguir em frente, levantar a cabeça. Estou muito orgulhoso dos meninos do que a gente fez, mas infelizmente faz parte do futebol", lamentou Thiago Silva. 

A Seleção Brasileira chegou a sair na frente no placar com gol de Neymar, aos 15 minutos do 1ºT da prorrogação, mas sofreu o empate na segunda etapa, com Petkovic, aos 11 minutos do 2ºT da prorrogação. O zagueiro comentou o lance que deu o empate aos croatas. 

"Acho que no futebol estamos sujeitos a tomar alguma independente do adversário que esteja do outro lado, ainda mais uma equipe de qualidade. De repente a gente poderia estar um pouco melhor concentrado, a gente não tá acostumado a tomar esse tipo de contra-ataque, estamos sempre muito bem organizados. Acho que a gente desorganizou um pouquinho na segunda bola que a gente perdeu e aí deu o contra-ataque, que eu acredito que eram tudo que eles queriam naquele momento, além da bola aérea, onde eles colocaram duas torres lá dentro, e os caras girando bola e não foi por aí que saiu o gol saiu, foi pelo chão ainda, né?", disse Thiago Silva que lamentou a despedida nas quartas de final do Mundial. 

"É difícil ter palavras nesse momento, é mais confortar mesmo. Já passei algumas vezes por algumas decepções na minha vida, não somente na Seleção, mas na minha vida pessoal também. Quando a gente perde uma coisa importante que você tem como objetivo assim dói, dói bastante, mas é tentar levantar a cabeça e seguir. Não tem outra alternativa. Eu sou um cara que todas as vezes que eu caí eu me levantei, não vai ser dessa vez que eu vou ficar aqui. Infelizmente, como jogador não vou conseguir erguer essa taça. Quem sabe mais para frente com uma outra função", finalizou. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90