MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
09/12/2022 às 15h16min - Atualizada em 10/12/2022 às 00h06min

Mosca-dos-chifres afeta produtividade de bovinos e causa prejuízos financeiros a pecuaristas

SALA DA NOTÍCIA Viviane Righetti Passerini

Uma infestação de mosca-dos-chifres, parasita que ataca com muitas picadas dolorosas, causa desconforto e irritação nos bovinos, o que afeta a produtividade do gado e, segundo dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), causa prejuízos financeiros imensos à pecuária brasileira – cerca de R$ 1,6 bilhão por ano –, além de perdas que podem chegar a 40 quilos de peso vivo por animal afetado.   

"A mosca-dos-chifres incomoda muito o rebanho. Uma única fêmea da mosca pode atacar o animal mais de 40 vezes por dia, deixando o gado irritado e interferindo negativamente no seu desempenho. Mais do que prejuízo ao bem-estar, essa interferência causa impacto grave nos resultados econômicos dos pecuaristas", afirma Antônio Coutinho, gerente de marketing para grandes animais da Vetoquinol Saúde Animal. 

De acordo com Coutinho, o parasita, cujo nome cientifico é Haematobia irritans, está afetando cada vez mais e de maneira mais intensa os bovinos do país. Fora a perda de peso, o problema reduz em até 20% a produção de leite. Ainda há a desvalorização do couro, que fica "machucado" pelas picadas das moscas. 

"Disseminada por todo o território nacional, a mosca-dos-chifres tem ciclo de parasitismo de 3 a 7 semanas, com capacidade de voo de até 25 quilômetros. Esses hematófagos fazem a deposição de ovos sobre fezes frescas – em média, 300 ovos por postura –, ampliando significativamente a disseminação. Para evitar o parasita, a utilização de brincos mosquicidas é fundamental", explica Antonio Coutinho. 

Para auxiliar o pecuarista no combate da mosca-dos-chifres, a Vetoquinol – uma das 10 maiores indústrias veterinárias do mundo – desenvolveu uma nova geração de brincos mosquicidas: trata-se de Fiprotag® 210, que tem formulação inovadora com associação exclusiva dos princípios ativos fipronil e diazinon, além de oferecer proteção por até 210 dias, com carência zero para o abate e para a produção de leite. 

"Essa nova geração de brincos tem rápida ação com proteção prologada e deixa o gado limpo, protegido e pronto para ter o desenvolvimento esperado. Com o uso de um brinco por animal, na parte central do pavilhão auricular, a mosca-dos-chifres deixará de ser preocupação e o gado reestabelece seu bem-estar", finaliza o especialista. Fiprotag® 210 foi reconhecido pela terceira vez consecutiva pelos pecuaristas com o prêmio Top List Rural. 

Sobre a Vetoquinol        

A Vetoquinol Saúde Animal está entre as 10 maiores indústrias de saúde animal do mundo, com presença na União Europeia, Américas e região Ásia-Pacífico. Com expertise global ao longo de mais de 85 anos e no Brasil, onde atua há mais de 10 anos, a empresa possui sede administrativa em São Paulo (SP) e planta fabril em Aparecida de Goiânia (GO), bem como distribuição de seus produtos para todos os estados brasileiros. Como um grupo independente, projeta, desenvolve e comercializa medicamentos veterinários e suplementos, destinados à produção animal (bovinos e suínos), a animais de companhia (cães e gatos) e a equinos. Desde sua fundação, em 1933, na França, a empresa combina inovação com diversificação geográfica. O crescimento do grupo é impulsionado pelo reforço do seu portfólio de soluções associado a aquisições em mercados de alto potencial de crescimento, como a Clarion Biociências, ocorrida em abril de 2019. A Vetoquinol gera mais de 2,3 mil empregos e está listada na bolsa de valores Euronext Paris desde 2006 (com o símbolo VETO). A Vetoquinol conta ainda com Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) formado por profissionais da área veterinária para auxílio aos clientes. A ligação é gratuita - 0800 741 1005. Para mais informações, acesse: www.vetoquinol.com.br       


Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90