MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
07/12/2022 às 19h08min - Atualizada em 08/12/2022 às 00h02min

Com ‘A Era da Luz’, escritora paraense se lança no mercado literário

O Selo da Água é a primeira obra de uma quadrilogia para os fãs de literatura fantástica

SALA DA NOTÍCIA Redação
Divulgação
A Era da Luz – O Selo da Água é o livro de estreia da autora paraense Samarah Rafaelly. Cercado de mistério e muita magia, o enredo traz como personagens principais os magos Paris Solon, Augusto Lucca e Agnes Monte, que fecham o quarteto com a guerreira Yoshira Catafracta.
 
O quarteto é contratado por uma mulher que busca desesperadamente pela filha desaparecida. A jovem é filha de Esmeralda, uma mulher rica que esconde segredos e coloca o grupo em risco nessa jornada. Lutas, intrigas, deuses, rituais e um corpo norteiam a trajetória dos novos amigos, que até então não se conheciam e passam a viver experiências assustadoras, cada um com suas peculiaridades.  
 
 
Trechos do livro
“Agora era o mago Classe I mais velho do Templo da Água. Tinha trinta e cinco anos. Seus colegas de nível tinham entre dezoito e vinte e oito. No passado até se dispôs a meter a cara nos livros para progredir na carreira, entretanto, seu desinteresse na magia o transformou num profissional nada exemplar e o levou a quatro reprovações seguidas nos Exames de Promoção. Depois, simplesmente parara de tentar”.
 
“— Espero que deem o seu melhor, senhores... — pediu a contratante com ar de constipação. — Esta é a missão de resgate da minha filha, Ágata. Tem vinte anos e ainda está na Escola de Medicina. Pensei que sua demora em voltar para casa fosse por conta das aulas, mas não. Ela não voltou.”
 
“— Além disso, eu gostaria de não chamar tanta atenção entre os magos — prosseguiu ela. — Acredito que contratar magos de Classe III de três templos diferentes chame muita atenção. — Por acaso acha que magos sequestraram sua filha? — Augustus questionou. A dama perdeu toda a cor.”
 
Essa é a primeira parte de uma quadrilogia que vem sendo rascunhada há 19 anos e que, agora, ganha espaço no mundo literário. Leitora assídua de diferentes referências literárias, Samarah Rafaelly conta que na pandemia permitiu que seu sonho virasse realidade. “A pandemia trouxe várias lições, uma delas que não temos domínio de nada, o tempo é curto. Foi aí que pensei ‘eu preciso lançar meus livros’, tirei meu sonho do mundo das ideias e escrevi a história que sempre quis ler”.
 
Sobre os desafios de sua estreia como escritora, Samarah Rafaelly conta que está pronta para encará-los. “Não é fácil apresentar nossas obras ao público, mas quero levar minhas histórias para o mundo. É de Belém para o mundo, tenho feito minha parte apresentando ‘A Era da Luz’ para todos que conheço. Recebi boas avaliações e quero que mais gente conheça essa trama que produzi a partir de várias experiências de vida, minhas e de outras pessoas. É muito possível que os leitores se reconheçam em diversos momentos e atitudes das personagens, explica.  
 
|Serviço:
|A Era da Luz – O Selo da Água
|Editora Autografia  
|Autora: Samarah Rafaelly
|Páginas: 410 |Valor: R$54,90 (impresso) R$13,00 (e-book)
|Onde encontrar: Amazon, Americanas, Submarino, Livraria FOX Belém 
 
Sobre a autora:
Samarah Rafaelly nascida em Belém (PA), tem 36 anos, valoriza suas raízes em Canudos (PA), é analista do poder judiciário e sempre teve a leitura e a escrita como pontos de refúgio e aconchego. Discreta, pretende levar sua arte para mais pessoas, em especial aos amantes da literatura fantástica aliada à aventura.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90