MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
06/12/2022 às 17h40min - Atualizada em 06/12/2022 às 17h40min

Preso no Pará suspeito de feminicídio no interior do Maranhão

Crime aconteceu em outubro na cidade de Presidente Dutra

Dema de Oliveira
Natanael dos Santos, conhecido por Natan, está à disposição da justiça - Foto: Divulgação/Redes Sociais
 
Após dois meses de intensas buscas, a Polícia Civil do Maranhão conseguiu prender o homem suspeito do feminicídio, cuja vítima foi Aleyksa Dayanne Araújo, de 35 anos. O crime ocorreu na cidade Presidente Dutra, no interior do estado, a 405 km de Imperatriz, no dia 10 de outubro de 2022.

A prisão do suspeito, identificado como Natanael dos Santos, de 36 anos, aconteceu na cidade de Cumaru do Norte, no estado do Pará, nesse domingo (4). Ele era ex-namorado da vítima.

O monitoramento do suspeito estava sendo realizado pela equipe do Departamento de Inteligência da 13ª Delegacia Regional de Presidente Dutra. A prisão contou com o apoio de equipe da Polícia Civil do Pará.

Segundo a polícia, durante esse período Natan, como também é conhecido, percorreu três estados antes de homiziar no Pará.

Aleyksa foi morta com mais de dez golpes de “chuço” na madrugada do dia 10 de outubro, na rua 28 de Junho Sul, em Presidente Dutra.

Natan, que trabalhava como frentista de um posto de combustível de Presidente Dutra, teria premeditado o crime, pois na manhã de segunda, ainda na madrugada, não prestou conta do valor que foi arrecadado durante o dia no caixa do posto, fugindo logo após o ocorrido.

Natanael se encontra à disposição da justiça maranhense, na no sistema prisional de Cumaru do Norte, de onde será transferido para a Comarca da culpa, nos próximos dias. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90