MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
04/12/2022 às 12h54min - Atualizada em 04/12/2022 às 12h54min

Cantinho do Humor

Sorria!

Da Redação
GB Edições


  
Reconhecendo os limites

Um homem trabalha numa estrada de ferro. Um dia, quando já se preparava para deixar o trabalho, ele olha para frente e vê um trem que avança, com velocidade, em sua direção.
Diante do perigo, o homem mantém a cabeça fria e, sem pensar duas vezes, começa a correr o mais rápido que pode, mas acaba sendo atropelado.
Internado às pressas, depois de muitas cirurgias tem alta do hospital. O médico entra no quarto para liberá-lo e diz:
— O senhor teve muita sorte de escapar com vida. Recuperações como essa são raras na medicina. Eu não entendo uma coisa, por que o senhor não subiu o barranco, ao lado da estrada, para escapar do trem?
— Eu não tô louco. Se eu não consegui correr mais do que a locomotiva no plano, que chance eu teria em uma subida?
 

Última pensão

A filha de pais separados faz 18 anos. O pai está todo feliz por fazer o último pix da pensão que paga para a ex-mulher. Então, ele se encontra com a filha, faz o pix e pede que ela lhe conte a cara da mãe quando lhe disser que aquele é o último pagamento que ela verá da parte dele. A filha conversa com a mãe e volta à casa do pai para lhe dar a resposta. O pai não aguenta:
— Diga filha, qual foi a reação dela?
E a menina:
— O senhor quer saber mesmo?
O pai insiste:
— Claro que quero saber. Qual foi a cara daquela megera?
A menina conta:
— Ela mandou dizer que você não é meu pai.
 

O bom marido

O marido chegou em casa mais cedo e encontrou a mulher nua, na cama, respirando de maneira ofegante.
— O que houve, querida. Você está passando bem? — pergunta o cara todo preocupado.
A mulher responde:
— Acho que é um ataque do coração.
Ao ouvir isso, o marido corre feito um louco e pega o celular para chamar um médico. Enquanto tenta achar o número, o filho chega perto e grita:
— Pai, tem um homem pelado no banheiro!
— Não acredito!
O marido vai até o banheiro e abre a porta. Dá de cara com o seu melhor amigo e diz indignado:
— Pelo amor de meus filhinhos, cara. Minha mulher está tendo um ataque do coração e você fica por aí, assustando as crianças.
 

O primeiro salto

Um jovem militar liga para o pai e, todo animado, começa a lhe contar sobre o seu primeiro salto de paraquedas.
— Pai, hoje eu saltei pela primeira vez, mesmo morrendo de medo.
— É, filho — diz o pai todo orgulhoso — Me conte como foi.
— Eu era o último da fila. Quando chegou a minha vez, fiquei muito assustado com a altura e com a velocidade do vento.
— Isso é normal, filho. E depois?
— Bom, eu me recusei a saltar, o sargento que estava atrás de mim disse: "Rapaz, pense bem. Eu gosto de rapazes como você e estamos nós dois aqui sozinhos. Ou você salta ou terá que enfrentar!
O pai um pouco assustado, pergunta:
— E você, filho, saltou é claro...
— No começo, um pouquinho, mas depois me acostumei...
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90