MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
02/12/2022 às 07h56min - Atualizada em 03/12/2022 às 00h02min

Conheça o primeiro livro fotográfico sobre a formação dos oficiais combatentes do Exército Brasileiro

Paula Mariane é a primeira civil a fazer um projeto fotográfico de longa duração no Exército Brasileiro

SALA DA NOTÍCIA Agência Veure
www.paulamariane.com.br
Paula Mariane

O livro Laços de Honra, que aborda a trajetória de formação do oficial combatente do Exército Brasileiro, será lançado pela editora Biblioteca do Exército (BIBLIEx) no dia 15 de dezembro. A obra, de autoria da fotojornalista Paula Mariane, 25, é resultado de um projeto independente no qual a autora documentou, por cinco anos, a rotina de quatro instituições de ensino da força terrestre.

No período de 2016 a 2020, Paula fotografou a Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO) e a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME).  

“A formação do oficial combatente do Exército Brasileiro tem duração de cinco anos. O primeiro ano acontece na EsPCEx, em Campinas (SP), e os quatro anos seguintes acontecem na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende (RJ). As duas últimas instituições contempladas no projeto, EsAO e ECEME, são escolas de pós-graduação, ou seja, mais focadas no aperfeiçoamento e nos altos estudos militares. Os oficiais têm a oportunidade de cursá-las ao longo da carreira militar”, explica a autora. 

O livro estará disponível para venda nas lojas físicas e no site da BIBLIEx. 

Primeiro contato com o Exército

Paula teve o primeiro contato com o tema em 2015, quando o Exército promoveu um curso direcionado para universitários em Campinas (SP). Na época, ela estava no primeiro ano da faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas, onde se formou com uma bolsa de estudos integral.
“Na época, recebi um e-mail a respeito de um curso chamado Estágio de Correspondente de Assuntos Militares (ECAM). Me interessei pelo tema e me inscrevi. O término do curso foi um divisor de águas para mim. Percebi que passei boa parte da vida sem saber, de fato, o que eram as Forças Armadas. Aquilo que me despertou algo, e então pensei em fazer algo para levar informação às pessoas”, conta.

Em fevereiro de 2016, a fotojornalista se apresentou na EsPCEx, onde a formação do oficial combatente começa, e demonstrou seu interesse em documentar a rotina da escola. “O comandante, na época, disse: fique o tempo necessário. Era tudo o que eu precisava ouvir”, afirma. “Foi um voto de confiança. E sou muito grata por isso”.

Paula relembra que uma nova turma estava ingressando na escola naquele período, o que a possibilitou registrar a formação dos alunos desde o início. “Depois da EsPCEx, acompanhei a mesma turma na AMAN nos quatro anos seguintes, ou seja, até 2020”, relata.

Ela afirma que o desconhecimento foi a maior motivação para fazer um projeto sobre o tema. “Com este trabalho, busquei fortalecer a integração entre civis e militares, trazendo mais transparência a respeito da formação militar para sociedade brasileira”, diz. 

Desafios

Durante a produção do projeto fotográfico, Paula teve que conciliar os estudos e o trabalho.

“Eu fazia as coberturas fotográficas de modo independente. Muitas dificuldades surgiram no caminho”, conta. “Viajei diversas vezes apenas com a passagem da ida, só para não deixar de fotografar e acompanhar a turma. Era uma missão que eu tinha que cumprir”. 

A fotojornalista afirma que ter fé foi essencial. “A fé me sustentou em muitos momentos. Quando você tem um propósito, os desafios não devem ser um empecilho, mas um impulso para você seguir em frente”, diz.

“O pioneirismo tem um preço alto, mas uma vez que você chega lá, você sabe que abriu portas para mais pessoas. E isso não tem preço”, conclui a fotojornalista.

Sobre a autora

Paula Mariane é fotojornalista e escritora, natural de Votorantim (SP). Formada em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) e especialista em Relações Internacionais. Palestrante do TEDx Campinas 2019. Idealizadora do projeto "Laços de Honra", no qual documentou a trajetória do oficial combatente do Exército Brasileiro, sendo a primeira pessoa a realizar uma série fotográfica de longa duração na Força Terrestre.

Paula teve duas fotos selecionadas entre as 50 melhores na categoria Retrato do Sony World Photography Awards 2016, considerado um dos maiores prêmios de fotografia do mundo. Além disso, representou o Brasil duas vezes em uma conferência mundial de paz na Suíça.

Lançamento do livro “Laços de Honra”

Data: 15 de dezembro de 2022
Venda: lojas e site da Biblioteca do Exército (BIBLIEx) - https://lojavirtual.bibliex.eb.mil.br/.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90