MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
02/12/2022 às 13h49min - Atualizada em 02/12/2022 às 13h49min

Vagas temporárias: especialista dá dicas para se destacar nas seleções

Varejo e serviços devem abrir 95 mil vagas temporárias para o fim de ano

Simone Moura
Simone Moura, psicóloga corporativa, especialista em Psicologia Positiva e professora da Estácio - Foto: Divulgação
Segundo levantamento realizado em todas as regiões do Brasil pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Sebrae, os setores do comércio e de serviços preveem a abertura de 94,7 mil vagas temporárias até o final do ano. Para os mais de 9 milhões de trabalhadores desempregados no país, esse período se mostra como uma oportunidade excelente para que consigam uma vaga e possam, até mesmo, converter em um emprego permanente.

Simone Moura, psicóloga corporativa, especialista em Psicologia Positiva e professora da Estácio, dá algumas dicas para quem vai se candidatar a um trabalho temporário e quer se destacar na seleção. O primeiro passo é atentar para o currículo. “É importante que o documento seja breve e específico. Deve-se destacar as formações acadêmicas, capacitações e principais experiências profissionais que tenham relação com a vaga que está sendo pleiteada”, explica. Caso seja selecionado para a entrevista, o posicionamento correto é fundamental para conquistar os recrutadores.

“É precisa demonstrar posicionamento quando a palavra está sob seu domínio, segurança no que está falando, disponibilidade para trabalhar e se ajustar aos horários solicitados”, orienta Simone Moura. Ela completa que, uma vez dentro da empresa, é hora de mostrar a sua melhor versão visando abrir as portas para uma possível contratação efetiva.

 
“Um ponto extremamente determinante é passar confiança, autenticidade e responsabilidade com o trabalho, por mais que ele seja temporário. A contratação permanente poderá acontecer a partir do desempenho, da proatividade, da disponibilidade que o profissional temporário oferece para o empregador. Afinal, dificilmente uma empresa vai abrir mão de um trabalhador de excelência”, finaliza a especialista.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90