MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
28/11/2022 às 21h13min - Atualizada em 28/11/2022 às 21h13min

São Luís terá quatro voos por semana para Flórida a partir de 16 de dezembro

Secom/MA - SETUR
A Setur busca parcerias para melhorar o serviço de turismo no Maranhão - Divulgação
  
A partir do dia 16 de dezembro, São Luís vai ganhar uma nova conexão da companhia aérea Azul, que passará a voar para Fort Lauderdale, na Flórida. O voo terá frequência de quatro vezes por semana e sairá do Aeroporto Val de Cans, em Belém. Esse e novos voos reafirmam o compromisso do Governo do Maranhão no processo de ampliação da nossa malha aérea.

O secretário de Turismo, Paulo Matos, afirmou que o Maranhão segue em constantes reuniões com companhias nacionais e internacionais. “As tratativas para a realização dos voos que serão iniciados para os Estados Unidos e Portugal e a atratividade da redução do ICMS do querosene de aviação (QAV) de 27% para 7% pelo governo são algumas das ações que despertam ainda mais o interesse nas companhias aéreas e do turista em conhecer as nossas belezas”, explicou o gestor.

 

Conexão Estados Unidos/Rota Amazônia

O voo entre São Luís e Belém foi acordado com a Azul para encurtar distâncias e fomentar o turismo nacional e internacional, além de criar um fluxo de tráfego alternativo aos grandes hubs internacionais do país. A nova opção para chegar aos EUA, por meio de Fort Lauderdale/Miami, um dos destinos mais procurados pelos brasileiros, significa uma economia de tempo de diversas horas, sem que os passageiros precisem se deslocar para grandes aeroportos, como Guarulhos ou Galeão.

A ação vai fortalecer as tratativas da Rota Amazônia planejada pelas secretarias estaduais do Maranhão, Pará e Amazonas. A ideia é unir os principais atrativos da Amazônia dos três estados, que mais recebem turistas na região, para ganhar competitividade no mercado. “Desenhamos o roteiro e uma logomarca em conjunto para todos divulgarmos a rota. Queremos gerar maior atratividade, acessibilidade e capacidade de geração de fluxo turístico na região com foco principalmente no mercado de turismo de longas distâncias”, explica o secretário adjunto de Turismo do Maranhão, Hugo Veiga.

 

Conexão Portugal

Nos próximos meses, teremos voo internacional ligando o Maranhão às terras lusitanas. A rota charter ligará Lisboa – Ponta Delgada – São Luís e será operada pela Sata Azores Airlines. A ligação aérea inédita e estratégica permitirá trabalhar de forma diferenciada o mercado brasileiro, visando, dessa forma, a atração de novos turistas.

Os pacotes do voo charter são uma parceria com a Taguatur e as operadoras portuguesas Solférias e Exótico, e seguimos fortalecendo parceria com a companhia aérea de Açores para voo regular ainda em 2023.

 

Conexão Rota das Emoções

Na primeira semana de setembro, foram inaugurados novos voos pela Azul Linhas Aéreas Brasileiras em Barreirinhas e em Imperatriz. A Rota das Emoções ganhou voo panorâmico que sai do Ceará, passa pelo Piauí e segue para Barreirinhas e São Luís. No sentido contrário, o voo de volta sai da capital maranhense e cumpre o mesmo trajeto diariamente.

A cidade de Imperatriz voltou a receber voos da Azul. Já os trechos com destino a Belém (PA) são realizados às segundas, quartas, sextas e domingos. Outros voos serão anunciados em breve por outras companhias aéreas para a região.

“Os números de aeronaves que circulam no estado já aumentaram de março pra cá, assim como a porcentagem de desembarques, que subiu 45,75% em relação a 2020 e que irá superar o ano de 2021, visto que em começo de novembro de 2022 já superamos o número total de 2021 que foi de 492.534 desembarques de passageiros”, pontuou a coordenadora do Observatório do Turismo do Maranhão, Letícia Cynara.

 

Reuniões em Brasília

Na última quarta-feira (23), a comitiva do Governo do Maranhão teve uma série de reuniões em Brasília para dialogar sobre investimentos na infraestrutura dos aeroportos regionais do Maranhão. O governador do Maranhão, Carlos Brandão, liderou a comitiva e esteve acompanhado dos secretários Paulo Matos (Setur) e Cassiano Pereira Junior (Seinc).

“Reunir com Infraero, ANAC e SAC para buscar parcerias e recursos é um grande passo para conseguirmos condições adequadas para recebermos os turistas no Maranhão. Temos absoluta convicção de que a cadeia turística, assim como diversas cadeias produtivas, será beneficiada a partir destes diálogos”, afirmou o secretário de Estado do Turismo, Paulo Matos.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90