MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
25/11/2022 às 11h04min - Atualizada em 28/11/2022 às 00h01min

Europ Assistance apresenta planos para atender viajantes durante a Copa do Mundo de Futebol

Entre as medidas estão o levantamento prévio dos leitos disponíveis, alinhamento operacional em casos de emergência e coberturas adicionais

SALA DA NOTÍCIA Agência Pauta VIP
Europ Assistance Brasil
Gabriel Rego

A Copa do Mundo de Futebol já começou, mas muito antes da bola rolar no Qatar, as empresas de assistência e seguro ao viajante já estavam em campo, se preparando para garantir o atendimento aos milhares de turistas que iriam ao país ao longo de todo o torneio.

Uma das primeiras coisas que foram feitas foi uma auditoria nas unidades integrantes da rede no Qatar e uma aproximação com os hospitais para que não aconteçam problemas de comunicação nos momentos de emergência. Para minimizar riscos, especialmente no que diz respeito a comunicação entre as diversas equipes, a multinacional - pioneira em serviços de assistência e uma das maiores nesse segmento – contratou um agente local para realizar todas as operações.

Em paralelo, também foi criado um grupo na plataforma TEAMs, para todas as unidades da Europ Assistance no mundo, postarem os seus que necessitem de atenções complexas e/ou prioritárias – com o objetivo de agilizar o compartilhamento rápido de informações sobre leitos e facilitar a atuação por parte da holding ou até mesmo de equipe local.

“Sempre que acontecem eventos de grande magnitude, onde há grande aglomeração de pessoas, como é o caso deste torneio, a primeira preocupação é que todos os nossos clientes possam ser atendidos de forma satisfatória, para isso, necessitamos garantir ampla rede de hospitais e clínicas”, explica Gabriel Rego, Head Travel Brasil, da Europ Assistance.
 
Com esse objetivo, de acordo com o executivo, o Catar anunciou a disponibilização gratuita de cuidados de saúde essenciais em quatro hospitais públicos gerenciados pela rede Hamad Medical Corporation (HCM) para os portadores da identificação do torneio conhecida como Havya Card (comprovante que estão no país para o evento).

“O cuidado com a oferta de leitos é sempre importante, mas com base na nossa experiência, os sinistros mais solicitados nas altas temporadas de viagem são assistência médica, repatriação sanitária e despesas odontológicas. Então, com base nesse histórico, focamos primeiro em garantir que essas demandas serão prontamente atendidas”, explicou.

O passo seguinte foi trabalhar para minimizar os efeitos de ocorrências mais comuns que não tem relação diretamente com área médica. “Nesse caso, estão o extravio de bagagem, atraso de voo, serviço de concierge, entre outros”, completou.

Ainda segundo Gabriel, outra preocupação constante ao longo de todo o torneio será a conscientização dos clientes quanto ao respeito aos costumes locais e regras que precisam ser obedecidos pelos turistas que estiverem no país. “inclusive uma das coberturas que disponibilizamos é a antecipação de fundos para fianças, que pode ser muito importante no caso do viajante cometer alguma infração lá no Qatar, além da assistência jurídica”, destacou Gabriel.

Por fim, o executivo lembrou ainda que aqueles que não puderam ir ao Qatar acompanhar a Copa do Mundo, seguem sendo atendidos normalmente pela companhia nas outras linhas em que ela atua como Auto, Residencial e Lar & Família.

“Para quem ficou no Brasil, seguimos apoiando de outras formas, seja auxiliando o motorista que não conseguiu chegar ao seu destino; prestando serviços de assistência para instalação de uma TV na parede da casa; ou mesmo ofertando dicas de assistência nutricional para um cardápio mais equilibrado para o seu dia a dia, por exemplo”.

A Europ Assistance Brasil (EABR) foi fundada em 1996 e atualmente está entre as cinco maiores empresas de assistências do País. A companhia atua em cinco linhas de negócios diferentes: automóveis, lar & família, saúde e viagem. A EABR faz parte da Europ Assistance Group, que atende clientes em mais de 200 países e conta com uma rede de 750 mil prestadores e 39 centros de assistência pelo mundo. 


 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90