MENU

21/11/2022 às 18h53min - Atualizada em 21/11/2022 às 18h53min

Operação da Polícia Federal destrói mais de 132 mil pés de maconha no Maranhão

A destruição dos pés de maconha foi realizada durante a quinta fase da Operação Phaseoli

Assessoria/Polícia Federal
Polícia Federal destrói mais de 132 mil pés de maconha no Maranhão - Foto: Divulgação/Polícia Federal
 
A Polícia Federal destruiu mais de 62 mil m2 de área plantada, erradicou 132.648 pés de maconha, bem como 672 kg da droga pronta para o tráfico. A destruição dos pés de maconha foi realizada no período de 11 a 18 de novembro deste ano, na região Oeste do Maranhão, durante a quinta fase da Operação Phaseoli

A droga se encontrava nas terras indígenas de Alto Turiaçu, Alto Rio Guamá e em Terras da União, nas proximidades dos municípios de Centro do Guilherme e Centro Novo.

Segundo a Polícia Federal, a operação Phaseoli visa erradicar plantações de Cannabis Sativa, erva popularmente conhecida como Maconha. Neste ano, as ações já foram realizadas em território Paraguaio, no Estado do Pará e ainda serão executadas nos estados de Pernambuco e Bahia.

No Maranhão, ao todo, foram destruídos 62.750 m2 de área plantada de maconha. Todas as substâncias entorpecentes encontradas e destruídas somam 44 toneladas de maconha prontas para venda.

A operação teve o objetivo de reduzir a produção e oferta de maconha no estado do Maranhão, desarticular a comercialização de drogas na região, identificar os envolvidos, individualizar as condutas ilegais e descapitalizar o grupo criminoso responsável pela produção de maconha no Estado.

Durante a operação, a PF contou com o apoio do Centro Tático Aéreo (CTA) da Polícia Militar do Maranhão e do Corpo de Bombeiros Militar. A operação foi denominada Phaseoli em alusão a Caliothrips phaseoli: espécie polífaga, capaz de causar danos em diversas culturas de interesse agrícola, como feijão, soja e outros.

Notícias Relacionadas »
Comentários »