MENU

16/11/2022 às 16h23min - Atualizada em 18/11/2022 às 00h02min

Livro Vivo, do Programa Educativo do CCBB SP, apresenta o mundo da literatura para as crianças por meio da leitura compartilhada

Ao longo de novembro, serão apesentadas três obras literárias: “Barco de Histórias”, “A Parte que Falta” e “Zoom”

SALA DA NOTÍCIA Fausto Cabral
A leitura compartilhada é certamente um dos primeiros passos para a formação de leitores. E é com o objetivo de apresentar o universo encantador da literatura às crianças que o Programa Educativo do Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo criou o projeto Livro Vivo.

Serão apresentadas três obras literárias. A primeira, “Barco de Histórias”, de Kyo Maclear, narra, de maneira poética, o percurso que famílias têm que fazer ao serem forçadas a sair do país em que nasceram em busca de refúgio.

Já a segunda “A Parte que Falta”, de Shell Silverstein, traz um ser circular que visivelmente não está completo: falta-lhe uma parte. E ele acredita que existe pelo mundo uma forma que vai completá-lo perfeitamente e que, quando estiver completo, vai se sentir feliz de vez.

Por fim, “Zoom”, de Istvan Banyai, é um livro provocante e sem palavras, que pode ser "lido" tanto de trás para frente como de frente para trás. Suas ilustrações dão a ilusão de que o leitor se afasta rapidamente de cada página.

Serviço:
LIVRO VIVO
Horários: Sábados e Domingos, das 13h às 13h30 e das 15h30 às 16h
Vagas: 30 vagas
Site para mais detalhes: https://programaccbbeducativo.com.br/
Ingressos disponibilizados pelo site bb.com.br/cultura

Serviço:
Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro Histórico, Triângulo SP, São Paulo–SP
Acesso ao calçadão pela estação São Bento do Metrô
Funcionamento: Aberto todos os dias, das 9h às 20h, exceto às terças
Informações: (11) 4297-0600
Estacionamento conveniado: Rua da Consolação, 228.
Valor: R$ 14 pelo período de até 6 horas. É necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB.
Traslado gratuito até o CCBB. No trajeto de volta, a van tem parada na estação República do Metrô.
Notícias Relacionadas »
Comentários »