MENU

17/11/2022 às 17h18min - Atualizada em 17/11/2022 às 17h18min

Setran e Limpeza Pública discutem sobre implantação de ecopontos para descarte de entulho

Reunião ocorreu na manhã desta quinta-feira, com os condutores de veículos de tração animal

Islene Lima
Ascom
Os secretários das duas pastas, Leandro Braga, da Setran, e Italoelmo Andrade, da SLP, conversaram com os condutores - Fotos: Islene Lima
 
O descarte irregular de resíduos, gera vários problemas para Imperatriz e população. Seja lixo doméstico, matérias de indústria, ou empresas de construção civil, tudo afeta o desenvolvimento da cidade. Diante disso, na manhã dessa quinta-feira (17), a Secretaria de Trânsito e Transportes (Setran) e a Superintendência de Limpeza Pública (SLP), estiveram em reunião com os condutores de veículos de tração animal, para discutir sobre a implantação de ecopontos para descarte de entulho. 

Na oportunidade, os secretários das duas pastas, Leandro Braga, da Setran, e Italoelmo Andrade, da SLP, debateram com os condutores, sobre as medidas que serão tomadas para que esse problema de descarte irregular, seja extinto em Imperatriz. 

O secretário da Setran explica, que tudo será feito de forma gradativa, ouvindo principalmente os condutores de tração animal. “É importante destacar que todas as carroças serão padronizadas, e nessa primeira reunião, já pedimos a lista de locais onde mais é despejado os rejeitos, para que possamos iniciar o mapeamento dos pontos que serão fixos para descarregamento dos resíduos”, afirma. 

O superintendente da SLP, enfatiza, também, “que o trabalho de monitoramento e a criação dos ecopontos na cidade, é algo que não pode mais ser adiado, pois o descarte irregular deixa a cidade suja, causa entupimento, alagamentos, além de gerar criadouros do mosquito-da-dengue, prejudicando diversos setores públicos”, pontua Italoelmo Andrade. 

O condutor de veículo de tração, José Soares Leite, considerou a reunião como de grande importância, pois a categoria necessita desse diálogo, até para se resguardar, pois além deles, pessoas com carros também descartam lixo, e com essa padronização, será melhor de identificar os que ainda não seguem as normas. 

Conforme a Lei de Crimes Ambientais, despejar lixo em qualquer lugar é crime, passivo de multa ou detenção. Em Imperatriz, as câmeras de videomonitoramento estão contribuindo para que os “sujões” evitem a prática. Além das câmeras, qualquer pessoa pode denúncias pelo Disque Trânsito pelo (99) 99198-6082.

Notícias Relacionadas »
Comentários »