MENU

16/11/2022 às 19h37min - Atualizada em 16/11/2022 às 19h37min

Moto roubada é recuperada e “Operação Silêncio” combate veículos barulhentos

Operação Trânsito Seguro da Setran recupera moto durante fiscalização

Assessoria
Operação Trânsito Seguro recupera moto roubada - Foto: Assessoria
 
Depois que o condutor de uma motocicleta BIZ, de cor preta, placa de Estreito (MA), se envolveu, semana passada, em sinistro na Avenida Pedro Neiva de Santana, na altura do residencial Jandaia Tênis Club, agentes de trânsito foram acionados para atender a ocorrência. No local, eles descobriram que o motociclista trafegava sem capacete e o veículo estava com registro de furto e/ou roubo.

O coordenador-geral de Trânsito, Hodislan Maciel, explicou que o condutor da motocicleta trafegava normalmente na avenida quando de repente perdeu o controle do veículo, fato que chamou a atenção de outras pessoas que passavam pelo local. “O proprietário do veículo foi avisado sobre o sinistro, para recuperar sua motocicleta”, contou.

Operação Silêncio - Agentes de trânsito reforçam ainda o trabalho de patrulhamento viário, 24 horas, com ações que fiscalizam motociclistas que usam descargas livres, que emitem sons acima do permitido pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O supervisor de Trânsito, Raimundo Santos, R. Santos, diz que “esses motociclistas insistem em desrespeitar a legislação e causar transtornos à população ao fazer a adulteração do escapamento do veículo”. “Vamos intensificar nosso trabalho de combate aos motociclistas que usam descargas livre, conhecidas como Kadron, que emitem sons muito alto”, garante.

Ele ressalta que, semanalmente, motociclistas são autuados durante a operação de fiscalização que atua em pontos estratégicos da cidade e se somam às ações da “Operação Trânsito Seguro” lançada no começo do mês pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Setran).

R. Santos ressalta que “o intuito das operações é inibir vários tipos de crimes, além de garantir um trânsito mais seguro para todos que circulam nas vias públicas de Imperatriz, cidade que possui a maior frota de veículos no interior do estado”.

Saiba mais - O motociclista flagrado com descarga livre comete infração grave, conforme o artigo 230, inciso VII do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A penalidade por escapamento barulhento é de multa de natureza grave, no valor de R$ 195,23, cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e retenção do veículo até que o proprietário faça a regularização do equipamento.

Observa-se que, além de promover a perturbação do sossego público, é considerada nociva à saúde da população, pois pode causar alterações na estrutura interna do aparelho auditivo por emitir barulho excessivo, bem como lançar maior volume de gás carbônico na atmosfera.

Notícias Relacionadas »
Comentários »