MENU

12/11/2022 às 18h17min - Atualizada em 12/11/2022 às 18h17min

Bia Haddad e Laura Pigossi vencem as argentinas e colocam Time Brasil BRB nos Qualifers da Billie Jean King Cup

Brasil fechou o confronto contra a Argentina em 3 a 1 e aguarda o sorteio para a próxima fase da competição, marcado para este domingo

Imprensa CBT
Time Brasil BRB, Bia Haddad Maia e Laura Pigossi Foto: Omar Erre

Tucumán (Argentina), 12 de novembro de 2022 - O Time Brasil BRB está garantido nos Qualifiers da Billie Jean King Cup by Gainbridge e irá buscar uma vaga no Grupo Mundial em 2023. No segundo dia dos Playoffs, em Tucumán (Argentina), Beatriz Haddad e Laura Pigossi venceram as anfitriãs Maria Lourdes e Solana Sierra, respectivamente, e fecharam o confronto em 3 a 1. O sorteio, que definirá o adversário do Brasil na próxima fase da competição, acontece neste domingo.

 

O confronto terminou empatado em 1 a 1 na sexta-feira. Assim como no primeiro dia, a número 1 do Brasil e 15ª no mundo, Bia Haddad Maia abriu o confronto, mas agora diante de Maria Lourdes Carle, 161ª. A brasileira seguiu com a mesma solidez e manteve a vantagem durante todo o primeiro set ao fechar em 6/3. Já no segundo, precisou correr atrás do placar por três vezes, mas recuperou o seu jogo e terminou o set sem perder mais games também em 6/3.

 

Com o segundo set acirrado, Bia explica como fez para conseguir virar e garantir a vitória. “Diferente de ontem, tive mais dificuldades em controlar o jogo quando estava na frente, então precisei focar na minha forma de jogar e deixar o ambiente de lado. É um trabalho mental que faz muita diferença durante as partidas”, disse.

 

Na sequência, Laura, 114ª e que vinha de uma derrota no dia anterior, entrou em quadra disposta a confirmar a vaga para o Time Brasil BRB e logo mostrou a que veio contra Sierra Solana,464ª. Foi superior nos dois sets e não deu chances à adversária argentina ao marcar 6/2 6/0 e definir o confronto.

 

Laura conta que a parte emocional foi o que a fez conquistar o jogo e a classificação. “Ontem foi uma partida difícil e eu queria muito vencer. Nem sempre é fácil lidar quando os resultados não vêm da forma que planejamos, mas o tênis muda a cada instante e faz parte do esporte. Hoje me saí melhor que ela e estou muito feliz de dar esse ponto para o Brasil”, falou.

 

Para a capitã Roberta Burzagli, a classificação na casa das adversárias mostra o grande trabalho feito pela equipe. “É claro que ter atletas do nível que temos faz toda a diferença, mas nunca é um trabalho individual e nem instantâneo. Nós estamos vindo de bons confrontos contra diversas atletas de muita qualidade, assim como as argentinas, e estamos começando a colher bons resultados”, completou.


Notícias Relacionadas »
Comentários »