MENU

09/11/2022 às 18h47min - Atualizada em 09/11/2022 às 18h47min

Com mais de R$ 2 bilhões em investimentos, Maranhão vai receber novo complexo eólico que deve gerar mais de mil empregos

SECOM/MA
Foto: Divulgação/Secom
 
O apoio à criação e expansão de investimentos, consolidados pelo Governo do Estado, sob a coordenação da Secretaria de Estado da Indústria e Comércio (Seinc), continuam se unindo aos bons ventos do Maranhão. Na terça-feira (8), o secretário de Estado da Indústria e Comércio, Cassiano Pereira Junior, recebeu representantes da empresa Vienergy para tratar sobre o fomento à instalação de um Complexo Eólico no município de Tutóia.

”Nosso Governo está fechando parceria com a empresa Vienergy para a instalação do Complexo Eólico Tutóia em 2024. Com um investimento de 2,5 bilhões, o complexo poderá ter capacidade de geração de 250MW e de cerca de mil empregos diretos”, afirma o governador Carlos Brandão.

De acordo com o secretário Cassiano Pereira Junior, o apoio e a atração de mais esse empreendimento com articulações, incentivos fiscais e demais ações dá continuidade às políticas públicas do Governo do Maranhão voltadas para o desenvolvimento industrial e produtivo e, sobretudo, para a geração de emprego e renda. 

“Estamos seguindo a orientação do governador Carlos Brandão para garantir um ambiente favorável aos negócios para quem quer expandir e, principalmente, trazer novos empreendimentos. Esse investimento será fundamental para a transformação energética do Maranhão, que tem um potencial enorme para gerar energia pela força dos ventos”, explicou o secretário.

O presidente da Vienergy, Sérgio Marques, ressaltou que este é um momento de transição energética mundial para o enfrentamento das mudanças climáticas. Afirmou que vê o Maranhão como uma plataforma de exportação de energias renováveis, aliando desenvolvimento com sustentabilidade. “O Maranhão reúne as principais características necessárias: ventos fortes e constantes para geração de energia eólica, fundamental para a produção e a infraestrutura portuária para exportação alcançando o mercado europeu, pressionado por movimentos para a descarbonização das economias globais”, afirmou.

Sérgio Marques destacou a localização privilegiada do Maranhão na fronteira da Amazônia Legal, que se configura como oportunidade única de geração de empregos, desenvolvimento e renda. “A Vienergy, presente no Maranhão há mais de 10 anos, reconhece e parabeniza o Governo do Estado, notadamente, através da Seinc, pela visão e apoio aos novos projetos do setor, vitais para o seu bom êxito”, destacou.

Mais
O Complexo Eólico Tutóia vai ficar a apenas 20 km do Complexo Eólico Delta Maranhão, também desenvolvido pela Vienergy, operado pela empresa Ômega Energia, que também contou com apoio da Seinc para instalação e expansão.

A Vienergy é uma das empresas pioneiras no desenvolvimento de projetos de energia renovável no Brasil. São mais de 1,5 GW em projetos eólicos desenvolvidos no país, principalmente na região Nordeste, além de um sólido relacionamento com players do mercado, fornecedores, parceiros técnicos e órgãos reguladores.

Além do Maranhão, a empresa já desenvolveu projetos em outros estados, como Pernambuco e Rio Grande do Norte. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »