MENU

07/11/2022 às 10h12min - Atualizada em 07/11/2022 às 10h12min

Cantinho do Humor

Sorria!

Da Redação
GB Edições

Mania esquisita

No bar, o bêbado desabafa com o amigo:
— A minha mulher anda com uma mania esquisita, rapaz! Ela passa a noite inteira, em pé, debruçada na janela do quarto!
— Nossa! E o que é que ela fica fazendo este tempo todo?
— Ela fica me esperando chegar!
 

Em cores

O português entra na loja de eletrodomésticos e aborda um vendedor:
— O senhor tem televisão colorida?
— Temos sim, senhor!
— Então, me dá uma amarela!
 

Jogada engraçada

Um jogador de futebol aparece no pronto socorro com o pé todo quebrado, estourado, mas dando gargalhadas.
O médico que vai atendê-lo estranha a situação e pergunta:
— Meu amigo, você está louco? O seu pé aí todo torto e você rindo?
— Sabe o que é doutor? — disse ele, tentando segurar o riso. — A gente estava jogando contra o time dos Destruidores Sanguinários, lá no campo do bairro...
— O pessoal desse time é barra pesada e começou a sacanear com a gente! — continua o jogador. — Aí teve uma hora que eu fui bater escanteio e um jogador deles trocou a bola por uma pedra quando todo mundo estava distraído, doutor...
— Aí eu fui com tudo e chutei, né! Olha só no que deu!
— É, estou vendo! — respondeu o médico. — Mas então, você tá rindo de quê?
— Do zagueiro deles que tirou a pedra da área com uma cabeçada!
 

Traição constante

O juiz do divórcio pergunta ao homem:
— Você traiu sua mulher com constância?
— Olha, doutor... Se o senhor perguntasse da Camila, da Fernanda, da Tatiana... Mas essa tal de Constância... eu juro que nem conheci!
 

Fuga das galinhas

Um mendigo faminto tinha acabado de roubar duas galinhas.
Nessa hora passa um policial e o homem, nervoso, joga as galinhas no rio.
O policial diz:
— Roubaram umas galinhas pela redondeza. Você está sabendo de alguma coisa?
— Não, seu guarda! Eu não sei de nada!
O policial olha para a fogueira e pergunta:
— Para que é essa fogueira?
— É para eu me aquecer, seu guarda!
Ainda desconfiado, o guarda olha para as penas e pergunta:
— E as penas?
— Ah! É que as galinhas foram tomar banho e pediram para eu tomar conta da roupa!
 

No psiquiatra

O sujeito chega ao consultório do psiquiatra e desabafa:
— Doutor, preciso da sua ajuda! Acho que estou ficando louco! Há três noites que não consigo dormir de tanta preocupação!
— E qual o motivo de sua preocupação?
— Dinheiro, doutor!
— Ah! Mas é muito fácil. É só o senhor parar de pensar no assunto.
— Outro dia esteve aqui um camarada que também não conseguia dormir por causa das dívidas que tinha contraído com o tio. Falei pra ele que o tio é que deveria ficar preocupado, já que tinha dinheiro pra receber. Daí em diante, ele passou a dormir tranquilo!
— Pois é, doutor, este era o meu sobrinho! 
Notícias Relacionadas »
Comentários »