MENU

06/11/2022 às 21h21min - Atualizada em 06/11/2022 às 21h21min

Mais de 800 kgs de carne apreendidos em operação sobre furto e comercialização de semoventes abatidos, em Iporá

Ascom-PC/|GO
Foto: Divulgação-Ascom-PC/|GO

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por intermédio do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Iporá, Ponto Focal Rural, cumpriu, nesta quinta-feira (03), na cidade de Iporá, dois mandados de busca e apreensão expedidos em desfavor de investigado pela prática do crime de furto de semovente domesticável de produção (art. 155, § 6º, do Código Penal). A diligência faz parte da Operação Carne Fraca.

As investigações apontaram indícios de que um comerciante local, proprietário de um açougue, além de abater clandestinamente, possivelmente estaria envolvido em subtrações e receptação de bovinos, os quais eram comercializados em seu açougue. Diante disso, representou-se ao Poder Judiciário, Comarca de Iporá, pela decretação de busca apreensão nos endereços do investigado, medida que, após manifestação favorável do Ministério Público, teve deferimento.

Em seguida, visando realizar o cumprimento das ordens judiciais, o GENARC de Iporá, com o apoio da Delegacia de Iporá, Polícia Técnico-Científica, Núcleo de Vigilância Sanitária e Agência Goiana de Defesa Agropecuária (AGRODEFESA), deflagrou operação policial que resultou na apreensão de 860 quilos de carne de origem animal e outros produtos impróprios ao consumo, de acordo com o Núcleo de Vigilância Sanitária, que autuou e interditou o estabelecimento comercial.

Diante da prática do crime previsto no art. 7º, inciso IX, da Lei Federal n. 8.137/90, a Equipe Policial deu voz de prisão ao investigado e o conduziu à Unidade Policial para a lavratura do Auto de Prisão em Flagrante Delito.


Notícias Relacionadas »
Comentários »