MENU

31/10/2022 às 19h40min - Atualizada em 02/11/2022 às 00h03min

Pesquisadora e DJ paulistana Dani Pimenta é palestrante convidada do Music Cities Convention, nos EUA

Profissional falará sobre legado musical através dos arquivos

Da Redação
SALA DA NOTÍCIA
Luiza Tojer

De 2 a 5 de novembro de 2022 a cidade de Tulsa, em Oklahoma (EUA), recebe o congresso Music Cities Convention by Sound Diplomacy para a sua 11ª edição global.  

Com dois dias de palestras e apresentações, tours musicais, after parties e toneladas de música ao vivo e oportunidades de networking, o Music Cities Convention em Tulsa será uma celebração completa. O evento contará com mais de 30 painéis e debates e quase 80 palestrantes de todo o mundo, incluindo a pesquisadora, jornalista musical e DJ Dani Pimenta, única brasileira entre os speakers convidados. 

  O evento discutirá temas como políticas globais para música nas cidades, música para o desenvolvimento económico e social, música e saúde, música e tecnologia, música e educação, papel da música nas cidades do futuro, economia noturna, apoio aos músicos, turismo musical, música e cenário imobiliário, música para a construção de comunidades, entre outros.  

“É realmente incrível poder participar de um evento tão importante e levar para os EUA um pouco da minha experiência como trabalhadora do ecossistema musical brasileiro, como pesquisadora, conteudista e DJ”, explica Daniella, que há quase duas décadas integra projetos em diversas frentes no segmento musical.  

O painel de Daniella, “How To Showcase Your Music Legacy Through Archives'', debaterá a preservação da música para além das funções estritamente arquivísticas, lançando luz sobre as carreiras, contribuições e influências de artistas que de outra forma seriam ignorados pela história escrita.  

A conversa reúne arquivistas e curadores para discutir as melhores práticas de preservação e exibição de legados musicais, a fim de manter viva a memória e inspirar novas gerações de artistas e amantes da música. Além de Daniella, participam do debate Jeff Moore, diretor do OKPOP (USA), Mark Davidson, curador do Bob Dylan Archive (USA) e Michelle Jahra McKinney, diretora e head de arquivo do Detroit Sound Conservancy (USA), com mediação de Sean Latham, diretor do Oklahoman Center for the Humanities, The University of Tulsa (USA).  

Saiba mais sobre o evento: https://www.musiccitiesevents.com/mcc-tulsa


Notícias Relacionadas »
Comentários »