MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
28/10/2022 às 11h14min - Atualizada em 29/10/2022 às 00h06min

ASBIA aplaude a rápida recuperação econômica do Brasil e defende continuidade

ASBIA aplaude a rápida recuperação econômica do Brasil e defende continuidade

SALA DA NOTÍCIA Graziele Oliveira
A Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA), entidade de âmbito nacional que reúne as empresas de genética bovina, entidades de criadores e indústrias de nutrição e saúde animal, alerta para a importância da escolha consciente do próximo Presidente da República, no 2º turno eleitoral, no dia 30 de outubro, definindo os rumos da nação pelos próximos quatro anos.
A Entidade considera bastante positivo o atual processo de recuperação econômica do País, levando em consideração o enfrentamento de uma pandemia sem precedentes e dois anos de quarentena, situação que impactou negativamente a gestão pública, exigindo altos gastos oficiais para atender a emergência nos Estados.
Diante desse desafio, esta Diretoria considera eficaz a política aplicada para o enfrentamento de obstáculos inesperados e para o reaquecimento da economia em curso. Esse acerto da estratégia é comprovado pelo crescimento esperado para 2022, maior que o da China, e o recuo dos índices inflacionários – o 4º menor entre os países do G20.
Nesse cenário, o agronegócio teve e tem importância vital, batendo recordes de produção e de exportação, contribuindo para o superávit da balança comercial e, acima de tudo, mantendo a oferta de alimentos de origem animal e vegetal para atender a demanda interna e internacional.
Em 2020, ano do pico da Covid-19, o agro foi o único setor que apresentou números positivos. O crescimento manteve-se em 2021, contribuindo enormemente para a superação da crise. Neste ano, o cenário é semelhante, com o setor produtivo desempenhando papel de liderança na economia brasileira, contribuindo para geração de renda, redução do desemprego e melhoria de vários indicadores de desempenho.
Cumprindo o seu papel, as cadeias produtivas da carne bovina e do leite também avançaram. O Brasil mantém-se como o maior exportador de proteína vermelha e um dos maiores produtores de leite do mundo. Em relação à genética pecuária, estamos num momento extremamente positivo de investimentos em produtividade e em eficiência.
Por todos esses fatores e, em especial, pela atenção do atual governo ao campo, entendemos que o País tem uma oportunidade fantástica de evoluir ainda mais nos próximos quatro anos, mantendo o comando atual e o curso rumo à prosperidade econômica e da população.
Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA)
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90